Companhia de Viagem

5 ilhas brasileiras onde carros são proibidos

Marcio Moraes

Hoje é o Dia Mundial Sem Carro. Já ouviu falar? Esse movimento muito bacana foi criado na França em 1997, e em 2000 várias cidades europeias já tinham adotado o projeto. Aqui em São Paulo há atividades temáticas nesse dia desde 2003, como passeios de bicicleta e até mesmo debates na Câmara dos Vereadores. E eu, pessoalmente, acho importante procurarmos alternativas de transporte que agridam menos o meio ambiente e, de quebra, melhorem o trânsito nas grandes metrópoles.

Então, pensando nesta data, aproveito para falar sobre cinco lugares no Brasil onde é proibido circular com carros em qualquer dia do ano. São cidades perfeitas para você relaxar e deixar para trás a correria e o estresse da cidade grande.

1-      Ilha do Cardoso – São Paulo

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

No litoral sul de São Paulo, bem pertinho do Paraná, há uma ilha super sossegada, a Ilha do Cardoso. Grande parte da área é ocupada pela Mata Atlântica. Uma vez que a natureza é a grande atração do lugar, nada mais justo do que proibir os carros, certo? Deixe o seu em Cananéia e vá de barco para a ilha. Trilhas, cachoeiras, forró e poder escolher entre mergulhar no rio ou no mar (ou os dois!) são os destaques desse reduto.

2-      Ilha de Afuá – Amazonas

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Localizada no Arquipélago do Marajó, essa ilha de 40 mil habitantes é conhecida como a “Veneza amazônica”. Ela é cheia de várzeas, alagadas durante as cheias, e por isso nenhum carro passa por ali. Nas ruazinhas estreitas, circulam apenas bicicletas e bicitáxis – “magrelas” de três ou quatro rodas com cabines, capazes de transportar até quatro pessoas ao mesmo tempo.

3-      Ilha do Mel – Paraná

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Para ir à Ilha do Mel, deixe seu carro em um estacionamento em Paranaguá e atravesse o mar de barco. Todos os trajetos dentro da ilha devem ser feitos à pé ou de bicicleta. Mas fique tranquilo: as trilhas são muito seguras e sinalizadas. A vila Nova Brasília tem maior estrutura hoteleira, e a praia Encantadas também faz muito sucesso: o mar é calminho e ali perto tem a Gruta das Encantadas, que recebeu esse nome pela lenda dela ser habitada por sereias.

4-      Ilha Grande – Rio de Janeiro

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Não há pontes, nem balsas para Ilha Grande. Para chegar lá, o carro pode ficar em Paraty, Angra dos Reis, Conceição de Jacaré ou em Mangaratiba. Além das praias, não perca as lagoas Azul e Verde, um dos únicos lugares onde são encontrados corais esverdeados, a Gruta do Acaiá e o Pico do Papagaio, que tem 982 metros de altura e uma vista de cair o queixo. O grande destaque é a praia Lopes Mendes, que está entre as 10 melhores do mundo pela TripAdvisor. Ela é muito bonita e totalmente selvagem, sem nenhuma construção.

5-      Ilha de Tinharé – Bahia

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

No litoral baiano, pertinho de Boipeba, a Ilha de Tinharé é um paraíso tropical. Seu espaço é tomado por praias e pela Mata Atlântica, além de pousadas, hotéis, lojinhas de artesanato e casas de veraneio. Para preservar tudo isso, a entrada de carros é proibida. Isso torna a ilha mais tranquila. Aproveite as paisagens maravilhosas e o terreno plano para fazer caminhadas.