Companhia de Viagem http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br O blog do Marcio Moraes apresenta lugares fascinantes para inspirar o imaginário do viajante. Fri, 17 Aug 2018 11:00:33 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 8 ilhas italianas escondidas para você escapar das multidões http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/17/8-ilhas-italianas-escondidas-para-voce-escapar-das-multidoes/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/17/8-ilhas-italianas-escondidas-para-voce-escapar-das-multidoes/#respond Fri, 17 Aug 2018 11:00:33 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9100 Com mais de 450 ilhas, a Itália é o lar de algumas praias e litorais incríveis, muitas delas com uma história antiga fascinante, mas o segredo está fora para muitas delas. Para uma experiência mais silenciosa e mais autêntica, dirija-se a estas oito ilhas italianas antes das multidões. O Companhia de Viagem garante: gelatos, vistas inesquecíveis do oceano e calmaria, te aguardam.

Ponza, Lázio

A ilha dos pescadores pode ser pequena, mas você vai querer ficar lá para sempre. Ao entrar no porto, você encontra lojas, restaurantes e casas pintadas de cores vivas que se embelezam o calçadão.

Com os frutos do mar mais frescos da região, locais hospitaleiros, águas azul-turquesa e grutas magníficas, graças à origem vulcânica da ilha, Ponza vale a pena adicionar à sua lista de lugares para visitar na Itália.

Localizado entre Nápoles e Roma, no Mar Tirreno, é acessível por aerobarco ou balsa de Nápoles, Formia, Anzio e San Felice Circeo.

Onde ficar: O Hotel Chiaia Di Luna tem vista para Half Moon Bay, cercado por falésias rochosas de tirar o fôlego.

Fonte: iStock

Pantelária, Sicília

Embora essa ilha possa não ser secreta para os italianos – Giorgio Armani tem uma vila por lá- certamente não é descoberta por muitos visitantes estrangeiros. Pantelária está mais perto da Tunísia do que da Sicília, e você pode até ver a costa do país africano.

Conhecida pela sua comida e lar dos campos de algodão, figo e oliveira, a ilha também apresenta maravilhas naturais para explorar, como fontes termais e cavernas.

Onde ficar: O Hotel Mursia and Cossyra é um sonho mediterrâneo com arquitetura caiada, um spa, piscinas ao ar livre e um restaurante no terraço.

Fonte: iStock

Isola del Giglio,Toscana

As ilhas podem não ser a primeira coisa que você imagina quando pensa na Toscana, mas o arquipélago toscano é um país das maravilhas que está apenas esperando para ser descoberto.

Elba é o mais conhecido, mas dirija-se ao menor Isola del Giglio. Cada uma das três cidades de Giglio oferece algo diferente. O Giglio Porto é um aglomerado movimentado de lojas e comércio local. Cerca de 15 minutos de carro ou ônibus, Giglio Campese oferece uma sensação cidade praia.

Siga a estrada sinuosa pelas encostas íngremes da ilha, passando por grupos de vinhas que cultivam os vinhos brancos exclusivos da ilha, para descobrir Giglio Castello. Conhecido por seus recifes ao largo, sítios arqueológicos submarinos e naufrágios, Giglio também é um ponto de mergulho com snorkel e mergulho.

Onde ficar: O Hotel Castello Monticello é um dos poucos hotéis da ilha e fica a poucos minutos de carro de todas as três cidades de Giglio. Oferece o charme do Velho Mundo e vistas imbatíveis para o mar.

Fonte: iStock

Panarea, Sicília

O segundo menor das Ilhas Eólias, Panarea se parece mais com uma ilha grega do que com uma italiana. Lar de águas límpidas e azuis cheias de ilhotas para explorar. Você também pode pegar um passeio de helicóptero até o vulcão ativo nas proximidades, em Stromboli.

Onde ficar: O Hotel Raya existe desde os anos 60 e tem um séquito de culto. O hotel oferece acomodações boutique, refeições e experiências de bem-estar.

Fonte: iStock

Vulcano, Sicília

Também parte das Ilhas Eólias é Vulcano, que é exatamente isso: uma ilha vulcânica. Aqui, você encontrará banhos de lama naturais terapêuticos, uma praia de areia preta, águas termais e, é claro, uma cratera de vulcão fumegante. Não corre o risco de erupção, mas emite enxofre, um cheiro que a maioria dos visitantes se acostuma depois de um tempo.

Esta ilha italiana foi dedicada ao deus do fogo por seus colonos gregos e romanos.

Onde ficar: Therasia Resort Sea e Spa é o lugar para ficar em Vulcan. Da rocha de lava do Monte Etna usado como um material para a piscina infinita e generoso buffet, o hotel não poupa detalhes.

Fonte: iStock

Pellestrina, Veneza

Se você estiver viajando para Veneza, aproveite para explorar uma das ilhas da Lagoa de Veneza. Enquanto Pellestrina é difícil de chegar, oferece uma lufada de ar fresco da movimentada San Marco. A ilha estreita tem cerca de 11 quilômetros de extensão e abriga restaurantes populares entre os habitantes locais. (Prepare sua câmera porque Pellestrina tem casas pintadas de cores vivas.)

Onde ficar: Locanda Stravedo é uma pequena pousada em um ambiente veneziano. Localizado na lagoa, possui uma vista incrível, hospitalidade e comodidades modernas.

Fonte: iStock

La Maddalena, Sardenha

Embora esta seja a ilha mais desenvolvida do arquipélago de La Maddalena, muitos ignoram este grupo de ilhas perto da Sardenha. Então, se você está procurando praias e águas azul-turquesa famosas sem turistas estrangeiros, vá até lá. Há uma abundância de restaurantes e bares.

Onde ficar: Não há muitas acomodações nesta ilha, mas Villa Mica tem a sua própria praia privada e jardim, e oferece isolamento para famílias ou grupos de amigos.

Fonte: iStock

Marettimo, na Sicília

Das Ilhas Egadi (a oeste da Sicília), Marettimo é a mais acidentada e remota, o que a torna um refúgio para mergulhadores. Com um litoral rochoso que abriga cavernas e vida marinha robusta, as águas são também a maior área marinha protegida do Mediterrâneo. Para os não-mergulhadores, há uma aldeia com lojas e restaurantes, bem como caminhos interiores para caminhadas e passeios pedestres. Para chegar até aqui, há opções de ferry e hidrofólio de Trapani, na Sicília.

Nota: A ilha é sem carro, então você terá que andar ou andar de mula para se locomover.

Onde ficar: Marettimo Residence é uma das únicas acomodações semelhantes a hotéis da ilha. É ecológico e tem uma piscina, uma banheira de hidromassagem e apartamentos e suítes de serviço completo.

Fonte: iStock0

E aí, malas prontas? Se você gostou desse texto, compartilhe com seus amigos!

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

 

]]>
0
7 lugares mais coloridos do mundo para você visitar http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/15/7-lugares-mais-coloridos-do-mundo-para-voce-visitar/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/15/7-lugares-mais-coloridos-do-mundo-para-voce-visitar/#respond Wed, 15 Aug 2018 11:00:03 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9091 Se você viu uma foto de algum desses lugares coloridos, você pode até pensar que foi editada. Pode em qualquer lugar ter cores tão brilhantes e vibrantes? Esses sete lugares são naturalmente vívidos – mas você pode ter que visitar para acreditar.

Montanhas de arco-íris, China

Formada há milhões de anos por camadas de arenito e minerais, as montanhas do Parque Geológico Zhangye Danxia Landform podem ser as mais coloridas do mundo. Este patrimônio mundial da UNESCO está bem preservado, graças a plataformas de observação elevadas e caminhos que mantêm os visitantes longe das montanhas.

Onde ficar: Zhangye é a cidade mais próxima do parque geológico. Hospede-se no Jinyang International Hotel, de 5 estrelas e contrate um motorista para levá-lo até as montanhas.

Foto: iStock

Lago Natron, Tanzânia

O Lago Natron parece uma poça de fogo devido as haloarchaeas, microorganismos que tornam as águas do lago vermelhas. Os mais de dois milhões de flamingos que se reproduzem por lá adicionam detalhes cor-de-rosa à cena. O lago pode estar entre os lugares mais coloridos do mundo, mas não é um local ideal para dar um mergulho: sua água tem um pH em torno de 10,5, que é quase tão alto quanto a amônia.

Onde ficar: durma confortavelmente no deserto em uma das tendas de luxo do Lake Natron Tented Camp.

Foto: iStock

Deserto Pintado, Arizona

A paisagem do Deserto Pintado parece ter sido cuidadosamente pincelada com todas as tonalidades do arco-íris, mas os tons únicos deste lugar colorido são causados por depósitos de argila e arenito. Para ver as cores mais espetaculares, marque a sua visita no horário do pôr do sol, quando as rochas refletem a luz em um brilho ardente.

Onde ficar: La Posada Hotel e Gardens é um hotel histórico que oferece fácil acesso ao Parque Nacional da Floresta Petrificada, uma das melhores áreas para explorar o Deserto Pintado.

Foto: iStock

Lago Hillier, Austrália

A Austrália é conhecida por seus lugares coloridos, tantos que no site oficial de turismo do país tem uma sessão inteira sobre seus lagos rosas. Hillier, localizado na Middle Island, casa do Arquipélago de Recherche, é famoso por suas águas cor de chiclete. Os cientistas não sabem exatamente porque o lago tem essa coloração. O Hillier e a Middle Island são reservados para pesquisa, por isso o melhor jeito de ver esse espetáculo é em um voo panorâmico.

Onde ficar: Esperance, na costa oeste da Austrália, é o lugar mais próximo para. O Jetty Resort fica bem na água e faz um bom ponto de parada antes do seu voo panorâmico.

Foto: iStock

Queda Havasupai, Grand Canyon

Havasupai é a tradução para “pessoas das águas azul-esverdeadas”, e uma vez que você coloca os olhos sobre o Havasu Creek turquesa, você entenderá o porquê. Escondido no coração do Grand Canyon, as águas azuis do riacho se espalham por um penhasco como Havasupai Falls, enchendo uma piscina tentadoramente colorida que atrai os nadadores a se refrescarem no calor do deserto.

Onde ficar: Havasupai Falls não é fácil de chegar, é uma caminhada de 16 quilômetros noturnos. Você terá que ter a sorte de conseguir uma reserva de acampamento, eles se esgotam em poucos minutos.

https://www.havasupaireservations.com/

Foto: iStock

Montanha de arco-íris, Peru

Os picos e declives de Vinicunca, a Montanha Arco-Íris, são listrados com tons de bordô, dourado e azul, devido aos minerais do solo. Segundo os moradores, as cores surpreendentes da montanha foram descobertas há apenas cinco anos, devido à mudança climática que causou o derretimento da neve que cobria a montanha. Agora, cerca de 1.000 turistas por dia enfrentam a caminhada até essa atração.

Onde ficar: A maioria dos passeios de um dia para a Rainbow Mountain partem de Cusco, então reserve um quarto no Belmond Palacio Nazarenas, localizado no centro, como sua base.

Foto: iStock

Lago Tekapo, Nova Zelândia

A água turquesa limpa e brilhante do Lago Tekapo praticamente implora aos viajantes que dêem um mergulho. Mas, cuidado, esteja avisado que o lago é preenchido pelo derretimento das geleiras, o que significa que a água é gelada. Sua cor deslumbrante é causada pelas geleiras descendo as encostas das montanhas e triturando pedras no caminho para baixo, a poeira da rocha que fica no lago causa a tonalidade única.

Onde ficar: Peppers Bluewater Resort tem vista para o Lago Tekapo, para que você possa apreciar a vista durante todo o dia.

Foto: iStock

E aí, malas prontas? Se você gostou desse texto, compartilhe com seus amigos!

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

 

 

]]>
0
Mônaco: o paraíso das celebridades e milionários http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/13/monaco-o-paraiso-das-celebridades-e-milionarios/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/13/monaco-o-paraiso-das-celebridades-e-milionarios/#respond Mon, 13 Aug 2018 11:00:13 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9083 Mônaco é um daqueles lugares que você ama mesmo antes de conhecer. O visual é lindo e tudo por lá transpira charme, luxo e ostentação. É, também, um dos destinos preferidos das celebridades, o que aumenta ainda mais a atração e a curiosidade dos turistas.

O segundo menor país do mundo, com apenas 2 km², atrás apenas do Vaticano, encravado em uma montanha é um velho conhecido dos brasilei­ros. Foi lá que o lendário Ayrton Senna, piloto tricampeão mundial de Fórmula 1, brilhou ao vencer seis corridas em dez disputadas no circuito montado nas ruas es­treitas de Monte-Carlo.

Mônaco não é famosa apenas pelas provas de F1. O destino oferece muitas outras possibilidades de lazer e diversão. E sempre com mui­to luxo.  Certamente é o lugar com mais milionários por metro quadrado no planeta. E isso fica claro quando vemos as impressionantes mansões, os incríveis automóveis que circulam por suas ruas cheias de curvas e, principalmente, pelos megaiates atracados em suas marinas.

Apesar do ar de conto de fadas por conta das várias construções históricas, não se engane, pois também se trata de um destino moderno, que soube ad­ministrar muito bem o seu espaço avançando sobre o mar.

E, o melhor, além, claro da beleza do cenário, sobram atrações culturais, opções esportivas e vida noturna agitada. Nós, equipe do Companhia de Viagem, preparamos alguns pontos imperdíveis dessa cidade tão impressionante:

Palácio do Príncipe

Desde 1297, a família Grimaldi governa o Principado de Mônaco do alto do Rochedo. Ali está localizado o Palácio, residência oficial do Príncipe e de sua família, e a boa notícia é que é possível visitar vários aposentos do local na maior parte do ano e conhecer de perto como vive a família mais importante do país.

A fortaleza original foi construída em 1215 e transformada em uma casa muito luxuosa ao longo dos séculos, com importantes coleções artísticas.

Foto: Divulgação

Caminho das Esculturas

Mônaco é um país que valoriza muito a arte e a cultura e investe em obras de artistas de renome. Prestando bastante atenção, quem visita Mônaco pela primeira vez vai perceber que há diversas esculturas espalhadas pelo principado, em suas ruas, calçadas e jardins. São cerca de 100 criações de artistas contemporâneos que podem ser descobertas e admiradas em um passeio com direito ao pano de fundo do Mar Mediterrâneo.

Balé de Monte-Carlo

A cena da dança em Mônaco começou a se desenvolver desde o começo do século XX. Mas foi somente em 1985 que a Companhia de Balé de Monte-Carlo foi criada e cresceu rapidamente nos anos seguintes, tornando-se uma escola de alto nível e uma renomada companhia de dança.

Além de valer muito a pena presenciar um dos espetáculos do Balé de Monte-Carlo, há uma outra forma de conhecer o mundo da dança, parte tão emblemática do Principado de Mônaco. O hotel Metropole Monte-Carlo oferece aos seus hóspedes um tour privado e exclusivo ao backstage da companhia de dança.

Foto: Divulgação

Gastronomia Monegasca

A ideia que temos de Mônaco de que tudo tem cus­tos elevados cai por terra quando o assunto é gastro­nomia. Claro que há restaurantes caríssimos, porém, o principado oferece opções variadas, contemplan­do grelhados e, principalmente peixes e frutos do mar, devido à sua posição geográfica. Há, também, diversas outras especialidades além da culinária mo­negasca, que sofre influência francesa e italiana.

Entre os pratos mais famosos do destino estão o Stocafi, um bacalhau com molho de tomate e es­peciarias locais; a Fougasse, um tipo de massa com amêndoas e castanhas; a Barbagiuan, uma massa recheada com arroz e abóbora; e a Socca, uma pan­queca salgada.

Cassino Monte-Carlo

Situado na Place du Casino (ou Casino Square), a obra-prima do arquiteto Charles Garnier foi inaugurada em abril de 1863. O cassino está dividido em quatro grandes salas e dois es­paços privativos – Salle Médecin e Salle Touzet Nord & Sud – para jogadores especiais. Nelas há serviços personaliza­dos e são palcos de eventos mundiais importantíssimos.

Foto: Divulgação

Carros da Família Real

A coleção privada de carros antigos da realeza monegasca tem mais de uma centena de veículos impecáveis de diferentes épocas – inclusive seis carruagens. Situada nos terraços de Fontvieille reúne veículos oriundos dos maiores fabricantes da Europa e da América. Há um local reservado para o Rei de Mônaco, sim Ayrton Senna, com um capacete original e algumas fotos. E, logo à entrada está um carro de Fórmula 1 utilizado pelo também brasileiro e tricampeão, Nelson Piquet. Abre diariamente entre 10h e 18h e o ingresso é € 6,50 (adultos) e € 3 (crianças de 8 a 14 anos).

Tênis no Monte-Carlo Country Club

O Monte-Carlo Country Club é palco, todos os anos no mês de abril, de uma importante competição de tênis que reúne os melhores esportistas do mundo, chamada Monte-Carlo Rolex Masters. No resto do ano é possível reservar uma das 23 quadras do clube, a maioria de saibro e duas quadras duras, para disputar uma partida e se sentir como uma estrela do tênis mundial. Além da excelente estrutura do clube, a vista para o Mar Mediterrâneo é um belo adicional aos jogos.

Foto: Divulgação

AS Monaco

Fundado em 1919, o AS Monaco participa das mais importantes competições de futebol da Europa, como o Campeonato Francês e a UEFA Champions League. O estádio Louis II, localizado no bairro de Fontvieille, sedia jogos do time desde 1985 e é um complexo destinado a atividades esportivas. Uma experiência imperdível para os fãs do esporte é assistir a uma partida de futebol do AS Monaco jogando em casa contra uma grande equipe europeia.

Foto: Divulgação

Mônaco é um dos lugares mais seguros do mundo e também um dos mais bem cuidados. Todo seu território é impecavelmente limpo. Se você gostou do texto, compartilhe com seus amigos!

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

Fonte: Qual a Viagem

]]>
0
Um castelo para chamar de seu… pelo menos por alguns dias http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/10/um-castelo-para-chamar-de-seu-pelo-menos-por-alguns-dias/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/10/um-castelo-para-chamar-de-seu-pelo-menos-por-alguns-dias/#respond Fri, 10 Aug 2018 11:00:26 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9068 Na Europa feudal, os castelos eram o símbolo da ostentação. Eram construídos para mostrar a superioridade e poder dos senhores feudais, assim como intimidar os servos e os inimigos com seus desenhos luxuosos.

Já imaginou se hospedar em uma dessas fortalezas e ainda ter um tratamento real? A seguir mostraremos 10 opções de castelos para vocês dormirem como reis e rainhas.

Castelo de Ashford, Irlanda

Um dos castelos mais antigos da Irlanda lidera o grupo de castelos-hotéis, em partes pela reforma de $75 milhões. O hóspede pode escolher um dos 82 quartos decorados com curiosas antiguidades, obras de arte originais, carpetes personalizados, além de lençóis de 400 fios feitos de algodão egípcio.

Aqueles que procuram por mais privacidade devem reservar o novo Hideway Cottage, a beira do Lough Corrib, o segundo maior lago da Irlanda. Após uma massagem sueca no spa de conto de fadas, coma a comida irlandesa de alto nível do chef Phillippe Farineau sob lustres de cristal.

Foto: Divulgação

Ellenborough Park, Inglaterra

Era uma vez, uma mansão britânica deslumbrante em Cotswolds, era a casa da famosa, por sua vida amorosa e seu estilo de vida, Jane Digby. Datada do século XV, a propriedade recebeu recentemente um upgrade moderno adequado a sua história aristocrática. Viva como um lord ou lady de Ellenborough em um dos 61 quartos ou suítes projetados por Nina Campbell, feitos com luxuosas camas feitas a mão e banheiros de mármore com produtos de higiene pessoal Noble Isle.

Todos os domingos, na sala de jantar Beaufort, o Chef Davi Kelman prepara um tradicional almoço com lombo de carne bovina assado de 35 dias, molho de carne, batatas assadas e, é claro, pudins de Yorkshire (uma mistura de ovos, leite e farinha de trigo).

Foto: Divulgação

Castel Monastero, Itália

Este mosteiro de cor de areia, cercado pelas colinas e vinhedos da Toscana, foi construído no século XI e depois se tornou a casa de campo da nobre família Chigi (com diversos cardeais e papas).

Os 74 luxuosos cômodos e suítes são decorados em tons suaves de terra oferecem um refúgio campestre a menos de 32 km de Siena. Mas não há realmente nenhuma necessidade de viajar para a cidade para uma refeição italiana extravagante – o hotel oferece três diferentes opções de refeições, incluindo um restaurante do famoso chef Gordon Ramsay.

Foto: Divulgação

Château Haussonville, Bélgica

Ame você mesmo na beleza deste castelo, completo com imponentes paredes de pedra, grandes torres e 20 quartos decorados individualmente. Localizado em um parque em Ardennes, a propriedade é datada de 1687. Ele também contam com atividades ao ar livre como ciclismo, pescaria e corrida tornando o ambiente ideal para um retiro no campo.

No Le Grand Pavillon restaurante do Chef Sébastien Phys pode ser encontrada comidas inspiradas na culinária francesa com um toque rústico – pense no foie gras temperado com quatro tipos de pimenta ou na torta de faisão (pássaro) com caramelo.

Foto: Divulgação

Château de Mirambeau, França

Até mesmo no país conhecido por seus castelos renomado, este palácio com estilo renascentista se destaca. Com 40 quartos e suítes únicos decorados com mobiliário antigo. Localizado no interior entre Bordeaux e Cognac, é também o local ideal para os amantes de vinho. Explore a sala de degustação de conhaque ou prove vinhos regionais ao lado da sofisticada culinária sazonal do chefe Maxime Deschamps. O novo spa com duas piscinas oferece banhos especiais e tratamentos de rejuvenescimento, como tratamentos de limpeza facial profundo. É o melhor lugar para se recuperar de qualquer coisa.

Foto: Divulgação

Häckeberga Castle, Suécia

Hóspedes deste palácio, construído no século XIV por Holger Ulfstand a 32 Km leste de Malmö, ficam surpresos com a grandiosidade da construção. Depois de herdar a propriedade em 1872, ele demoliram a estrutura original e construíram este castelo com 27 quartos na ilha em meio a um lago. Trabalhos de 16 artistas diferentes ocupam as paredes do primeiro andar.

Foto: Divulgação

Hotel Schoenburg, Alemanha

Desde sua primeira menção na história em algum lugar entre 911 e 1166, este perfeito castelo de conto de fadas pairou sobre o reino. Durante mais de 850 anos de existência abrigou uma série de residentes diferentes, o mais famoso foi Marshall Schönburg, que morreu na batalha de Boyne em 1690. Atualmente é um hotel de gerência familiar com 25 quartos tranquilos, muitos com imponentes camas de quatro colunas e visitas incomparáveis do rio Reno.

Foto: Divulgação

Parador de Oropesa, Espanha

Este é o castelo que deu início a famosa rede de hotéis de propriedade do governo da Espanha, todas em locais históricos. Construído em 1402, detalhes arquitetônicos como colunas, arcadas e amplos pátios extensos mostram suas raízes medievais. Hoje, seus 48 quartos ( muitos com piso frio e vigas expostas) recebem hóspedes de todo o mundo, os quais são convidados a se deliciarem com leitão frito enquanto apreciam a vista deslumbrante das montanhas de Sierra de Gredos.

Foto: Divulgação

Pousada de Óbidos, Portugal

Com suas muitas tapeçarias, baús antigos e armaduras, este castelo gótico ornamentado transporta os visitantes ao mundo medieval, de cavaleiros galantes e reis e rainhas nobres. Os hóspedes vão dormir em paz absoluta, em um dos 16 quartos, graças às paredes originais de 2 metros de espessura.Outra característica que chama a atenção são as janelas delineadas com azulejos portugueses coloridos, e a privilegiada vista para a aldeia caiada de branco.

Foto: Divulgação

Ficou com vontade de voltar ao passado e curtir como uma família nobre europeia? Na próxima viagem procure um dos castelos mostrados!

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

]]>
0
Disputa nas alturas? Conheça as companhias aéreas “low cost” http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/08/disputa-nas-alturas-conheca-as-companhias-aereas-low-cost/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/08/disputa-nas-alturas-conheca-as-companhias-aereas-low-cost/#respond Wed, 08 Aug 2018 11:00:40 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9064 As companhias aéreas “low-cost” estão chegando ao Brasil, mas continuam dividindo opiniões. Essas empresas surgiram nos anos 90 e mudaram completamente o perfil das viagens, principalmente na Europa, reduzindo drasticamente os custos e desenvolvendo um sistema de concorrência capaz de fazer tremer muitos gigantes da aviação.

A equipe do Companhia de Viagem preparou um texto que vai te ajudar a compreender o funcionamento de cada uma delas e o que vai mudar depois de instaladas aqui no Brasil.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) foi informada nesta quinta-feira (2) de que a companhia argentina de baixo custo Flybondi foi autorizada pelo governo de seu país a operar no Brasil. A solicitação à agência brasileira deve ser protocolada nos próximos dias para a rota de São Paulo a Buenos Aires.

Foto: iStock

A largada para a tendência aconteceu a partir da resolução 400, que foi aprovada em dezembro de 2016, tentando alinhar as regras da aviação brasileiras a padrões internacionais.

O principal ponto de atração dessas companhias que agora chegam ao país foi, na opinião da Anac, a desregulamentação da bagagem, que permite a cobrança pelo despacho das malas, ação que era proibida no Brasil, mas sempre foi considerada fundamental para o equilíbrio de custos e a engenharia de preços praticados pelas companhias “low-cost” estrangeiras.

A prática só entrou em vigor em meados de 2017 após discussão na Justiça devido à resistência por parte de órgãos de defesa do consumidor.

A absoluta maioria dessas empresas são “virtuais”, com toda a estrutura online (reduzindo ainda mais os custos com pessoal e estruturas físicas). Para reduzir os custos, elas não oferecem alimentação nos voos, nem totens com impressoras nos aeroportos para o viajante retirar seu bilhete de viagem.

As “low-cost” evitam até colocar revistas nos bolsos dos assentos para o entretenimento dos passageiros, com o objetivo de diminuir o peso da aeronave, economizando o consumo de combustível.

Foto: Divulgação

Ainda é cedo para afirmar com certeza se, após desembarcar no Brasil, o modelo “low-cost” vai conseguir preservar a essência das tradicionais companhias de baixo custo mais conhecidas na Europa e nos Estados Unidos.

A Anac avalia que as mudanças regulatórias de que o país precisava para se igualar aos padrões internacionais já foram tomadas com a aprovação da resolução 400. No entanto, ainda restam detalhes que dependem de legislação.

E aí, o que você acha dessa resolução? Deixe seu comentário e não se esqueça de compartilhar com seus amigos.

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

Fonte: Folha de S. Paulo

 

]]>
0
Pensando em viajar sozinho? Conheça esses 5 melhores destinos http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/06/pensando-em-viajar-sozinho-conheca-esses-5-melhores-destinos/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/06/pensando-em-viajar-sozinho-conheca-esses-5-melhores-destinos/#respond Mon, 06 Aug 2018 11:00:08 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9054 Existem poucas coisas mais estimulantes do que viajar sozinho. Fazer novos amigos, descobrir esse mundo tão grande que nos cerca, quem sabe até aprender uma ou outra coisa nova sobre si mesmo – seja para onde você e sua mochila forem, a experiência valerá e muito a pena.

A seguir, listei alguns lugares para viajar sozinho que são bacanas e seguros para você se descobrir como um viajante.

Bordeaux, França

Entre aos prazeres luxuosos, mas ao mesmo tempo descontraídos, da mais famosa região vinícola do mundo. O centro histórico de Bordeaux é tombado pelo Patrimônio Histórico Mundial, e não há nada melhor do que perder-se por entre os lindos prédios do século 18.

Escolha entre uma das tantas brasseries chiquérrimas ou dos wine bares mais descolados espalhados pelas ruas de pedras de Bordeaux, para aproveitar ao máximo as fascinantes paisagens da cidade. Se sobrar tempo, faça um tour pelas vinícolas históricas e as simpáticas lojinhas do vilarejo medieval de St. Emilion, que fica a apenas uma hora de trem.

Foto: iStock

Gante, Bélgica

Deleite-se com um festival de sabores das melhores cervejas, waffles e chocolate do mundo em Gante, um dos lugares para viajar sozinho e um destino perfeito para ser explorado a pé, situado na região belga de Flandres. Com seu castelo medieval e casas típicas, a cidade parece saída diretamente de um conto de fadas.

Faça um passeio de barco para ter as melhores vistas da cidade. Ou espere a noite chegar para andar na beira da água, quando a cidade se ilumina com milhares de luzes.

Passeio pelo colorido bairro de Patershol, no norte da cidade. É o centro artístico da cidade, com um clima único, repleto de bares e restaurantes aconchegantes, onde pode-se encontrar sabores de todas as partes do mundo.

Foto: iStock

Split, Croácia

Split possui diversos hostels especializados em atender as pessoas que estão lá porque querem viajar sozinhos e estão em busca de socialização – com direito a pub crawls e festas em clubes e boates.

Caminhar por Split é como andar por tempos romanos. As ruínas do Palácio de Diocleciano, construído no século 4 A.C, hoje compõem a Cidade Velha de Split, com prédios históricos e ruas estreitas por dentre as muralhas da fortaleza.

Não deixe de conferir o mercado de peixes e frutas na outra ponta; mas para provar os melhores pratos de frutos do mar, experimente uma das tradicionais tavernas da cidade, como a Konoba Matejuska.

Foto: iStock

Florianópolis, Brasil

Floripa é o paraíso dos estudantes e dos mochileiros, que vão para a ilha em busca de praias e festas perfeitas. Os arcos amarelos do Mercado Público comportam uma vastidão de bancas de artesanato e lojas de produtos locais

Apesar de você estar num dos lugares para viajar sozinho, aqui você pode fazer novas amizades facilmente.

Foto: iStock

Havana, Cuba

Se estiver em busca de um pouco de tempero e sensualidade para quando estiver num dos melhores destinos para viajar sozinho, Havana é a melhor pedida. A segurança dos viajantes (especialmente os que viajam sozinhos) é levada muito a sério, o que significa que você vai encontrar vários policiais que falam diferentes idiomas pelos bairros mais movimentados, sempre dispostos a dar dicas de onde encontrar a melhor comida e a melhor bebida.

A viagem não será completa sem um passeio pela esplanada Malecón, para espiar os carros americanos vintage e os prédios coloniais tão decadentes quanto encantadores.

Foto: iStock

Se você é a sua melhor companhia, experimente um ou mais dos melhores destinos para viajar sozinho que temos para mostrar. Eles são todos seguros, tranquilos e aventureiros e bons para você desbravar o mundo sozinho.

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

Fonte: Momondo

]]>
0
Prepare as malas para suas viagens do mês de agosto http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/03/prepare-as-malas-para-suas-viagens-do-mes-de-agosto/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/03/prepare-as-malas-para-suas-viagens-do-mes-de-agosto/#respond Fri, 03 Aug 2018 11:00:42 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9046 O ano está passando, o verão já foi embora do Brasil e você ainda não viajou? Muita calma nessa hora porque é possível encontrar uma brechinha para cair no mundo!

Pode ser bem interessante curtir dias de descanso nesse mês, afinal é um mês de baixa temporada, com isso, você conseguirá ótimos preços em hospedagens e também nas passagens aéreas.

Além disso, também irá passar dias supertranquilos, pois viajando nesta época não irá pegar o agito que pegaria se estivesse viajando em alta temporada.

Depois de reunir dicas de julho, a equipe do Companhia de Viagem te mostra 5 lugares para viajar em agosto.

Dublin, Irlanda

O espírito jovem da cidade está em seu DNA. Durante o verão da Europa, as pessoas procuram o destino para desfrutar de seus parques, vida noturna e suas cervejas reconhecidas mundialmente. Em agosto a região é favorecida com dias mais longos: são cerca de 18 horas de luz solar, fazendo com que a noite só caia após as 23h.

Foto: iStock

Ilhas Fiji

Passado o período de monções e ciclones tropicais, as Ilhas Fiji são uma boa opção para o mês de agosto. O arquipélago no centro do Pacífico Sul conta com 322 ilhas, sendo 105 habitadas, entre aldeias e comunidades agrícolas. Além de ter praias selvagens e paradisíacas, tem na região Norte um dos melhores lugares para mergulho no mundo. A capital, Suva, tem temperaturas médias de 26ºC, mais frescas do que no verão.

Foto: iStock

São Francisco, Estados Unidos

Aproveite os últimos dias de verão norte americano em San Fran, eleita a cidade mais bonita dos Estados Unidos. Neste período do ano, as temperaturas médias são entre 13ºC e 19ºC, além do intenso movimento devido a alta temporada. Há muito que ver e fazer, seja nos parques, teatros, museus, galerias ou baladas. Procure reservar tudo com antecedência ou ir nas duas últimas semanas do mês se quiser mais tranquilidade. Você também pode aproveitar e fazer uma road trip pela Califórnia!

Foto: iStock

Tanzânia, África

Apesar dos problemas sociais, a Tanzânia tem destinos turísticos espetaculares. Do Monte Kilimanjaro às praias magníficas do arquipélago de Zanzibar; da cratera de Ngorongoro ao safári do Parque Nacional de Serengeti, há muito a se explorar no país. Em agosto as temperaturas são favoráveis devido o período de seca.

Foto: iStock

Bariloche, Argentina

A cidade queridinha dos brasileiros é um dos principais destinos da temporada de inverno. Com neve e baixas temperaturas, oferece diversas opções para prática de esportes como o esqui. A beira do lago Nahuel Huapi, o destino também reúne atividades relacionadas a ecoturismo, gastronomia e compras.

Foto: iStock

Malas prontas? Se você gostou da matéria não esqueça de compartilhar com seus amigos!

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

Fonte: Quanto Custa Viajar

]]>
0
Confira os quartos de hotéis mais exóticos do mundo http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/01/confira-os-quartos-de-hoteis-mais-exoticos-do-mundo/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/08/01/confira-os-quartos-de-hoteis-mais-exoticos-do-mundo/#respond Wed, 01 Aug 2018 11:00:38 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9028 Uma suíte na árvore, uma quadra de basquete ao lado da cama, até mesmo uma mini-réplica da cidade de Moscou no meio do deserto – esses quartos de hotel têm tudo que você sempre sonhou e muito, muito mais. Pensou que o mini-bar em seu quarto era a coisa mais exótica que veria? Confira essa seleção de suítes inusitadas!

Tsala Treetop Villa, África do Sul

Uma casa na árvore parece brincadeira de criança, mas as vilas do Treetop Villas na cidade de Tsala trabalham para desmistificar essa ideia. Suas suítes incluem todas as comodidades de luxo que você esperaria: no térreo, uma cozinha compacta, piscina de imersão, ar-condicionado e chuveiro ao ar livre em um deck privativo, mas tudo acima do solo, na copa das árvores.

Foto: Divulgação

Site: http://tsala.hunterhotels.com/home/

Hardwood Suite, Las Vegas

O hóspede não precisa ser um jogador profissional da NBA para aproveitar a suíte Hardwood do Hotel Palms, mas certamente vai se sentir como um. Decorado com uma quadra de basquete, o quarto conta com camas mais longas, um painel eletrônico, um vestiário esportivo e uma pista de dança pessoal. O hóspede pode ainda contratar sua própria chearleader nessa suíte que tem dois andares e um bar privativo, tudo isso pó apenas U$ 25 mil por noite.

Foto: Divulgação

Site: http://www.palms.com/hardwood-suite.html

The Mine Suite, Suécia

O quarto de hotel mais profundo do mundo está localizado em uma mina de prata na Suécia, e você pode passar uma noite no subsolo na Mine Suite do hotel Sala Silvermine. Você definitivamente vai estar desconectado do mundo exterior, já que os telefones celulares não funcionam, mas você terá um rádio para se comunicar com a equipe do solo.

Foto: Divulgação

Site: https://www.salasilvermine.com/

Lennon Suite, Inglaterra

Desculpe fãs do Ringo, mas o Hard Dya Night Hotel com tema dos Beatles em Liverpool tem apenas uma suíte com o tema Lennon e outra para McCartney, e é claro que foi feita para ver qual é a favorita. O quarto de John custa quase US $ 1.500 por noite, enquanto a do Paul é de cerca de US $ 1.100.

Foto: Divulgação

Site: http://www.harddaysnighthotel.com/rooms-suites/lennon-suite/

The Graceland Suit, Estados Unidos

Reserve um refúgio romântico para o seu “Burning Love” na Suite Graceland no Heartbreak Hotel em Memphis. Projetado para se parecer com uma mini-versão do Graceland Mansion de Elvis Presley, a suíte inclui quartos, sala de estar, de jantar, de bilhar e até mesmo o cômodo com tema de selva.

Foto: Divulgação

Site: https://www.graceland.com/lodging/heartbreakhotel/

Reed Room, Dubai

Morrendo de vontade de visitar a Rússia, mas encontrou voos mais baratos para Dubai? Não tenha medo, basta reservar-se no Moscow Hotel, localizado no centro de Dubai. Faça o check-in na Sala Vermelha, aumente o ar-condicionado e abrace o slogan do hotel: “Onde você fica como um czar!”

Foto: Divulgação

Site: http://www.moscowhoteldubai.com/

Le Jardin, Inglaterra

Você gosta de acampar, mas odeia o ar livre? Reserve o quarto Le Jardin na Gadds Town House em Durham, e você terá o melhor da natureza sem todas as coisas desagradáveis como, insetos. A sala vem com um tapete é decorada com um tapete de grama, banheira de hidromassagem privada, uma cama real e janelas do chão ao teto.

Foto: Divulgação

Site: http://www.lejardinwinebar.co.uk/

Gas Station Room, Alemanha

Normalmente, se você passa a noite em um posto de gasolina, ou alguma coisa deu muito errado na sua viagem ou a sua vida teve uma reviravolta terrível. Não é assim se você estacionar na sala do posto de gasolina no quarto V8 Hotel de Boblingen, que possui uma bomba de gás e móveis feitos de peças automotivas. Além disso, você vai dormir em uma cama de corrida!

Foto: Divulgação

Site: https://www.v8hotel.de/en/v8-themed-rooms/gas-station/

Barbie Suit, Estados Unidos

Quantos de nós já desejamos ser pequenos o suficiente para caber na Malibu Dream House de nossa Barbie? Agora, a casa cresceu e ganhou vida na Suíte Barbie do Palms em Las Vegas. A casa dos sonhos foi atualizada para a menina moderna, com uma banheira de hidromassagem, lareira, design de interiores assinado por Jonathan Adler, tudo bem rosa. A sala comporta 50 pessoas (embora só durma quatro), então convide Ken e toda a turma!

Foto: Divulgação

Site: http://www.palms.com/fantasy-tower-rooms.html

Em qual suíte você mais gostaria de ficar? Qual é o lugar mais exótico que você já ficou? Conte-nos aqui embaixo nos comentários!

]]>
0
10 lugares ao redor do mundo para apreciar o eclipse lunar http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/07/27/10-lugares-ao-redor-do-mundo-para-apreciar-o-eclipse-lunar/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/07/27/10-lugares-ao-redor-do-mundo-para-apreciar-o-eclipse-lunar/#respond Fri, 27 Jul 2018 18:00:09 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=9014 A Terra se colocará entre o Sol e a Lua nesta sexta-feira, 27, ocasionando o eclipse lunar mais longo do século XXI e a equipe do Companhia de Viagem listou os melhores lugares ao redor do mundo para assistir à esse fenômeno.

A fase total do fenômeno começará às 16h30 (horário de Brasília) e terá duração de uma hora e 42 minutos, já que a lua passará próxima ao centro da sombra terrestre. Durante essa fase, o satélite refletirá uma tonalidade avermelhada que lhe confere popularmente o nome de Lua de Sangue. Do Brasil, será possível ver o fenômeno, no fim da tarde. Para isso, é preciso olhar para o horizonte, a leste.

Islândia

A Islândia, região próxima do Círculo Polar Ártico, é um dos melhores lugares do mundo para ver as auroras boreais, fenômeno que gera uma intensa luz esverdeada no céu. Mas o luar também ganha espaço dentro do território islandês, em especial na Kerry Dark Sky Reserve, reserva natural na região de Kells, que recebe o público interessado na contemplação.

Foto: Divulgação

Portugal

A cidade portuguesa de Alqueva foi consolidada como o primeiro sítio do mundo a ter o título de “Starlight Tourism Destination”, concebido pela Fundação Starlight. A região é conhecida mundialmente por oferecer um céu repleto de estrelas, oferecendo rotas turísticas e alojamento para os interessados.

Foto: Divulgação

Chile

Um dos melhores destinos de observação no hemisfério sul, o deserto do Atacama é o mais alto e mais árido do mundo, onde fica o surpreendente observatório Alma (sigla do inglês Atacama Large Millimeter Array), o maior projeto astronômico da Terra. As montanhas de Cerro Armazones abrigam o maior telescópio do mundo.

Foto: Divulgação

Rio de Janeiro

Pouco se ouve falar sobre o céu de Nova Friburgo, mas a cidade carioca reserva muitas surpresas boas. Além de ter auxílio do planetário, os turistas podem observar as estrelas a olho nu durante o inverno, especialmente na região do Parque Estadual dos Três Picos, em Salinas.

Foto: Divulgação

Nova Zelândia

A Nova Zelândia é repleta de belezas naturais e não poderiam faltar espetáculos celestiais entre suas qualidades. É por lá que se encontra a reserva Aoraki Mackenzie Dark Sky Reserve e o Lago Tekapo, um dos melhores sítios do mundo para a observação astronômica.

Foto: Divulgação

Canadá

Em Ontário, o Bluewater Outdoor Education Centre completa 40 anos em atividade, sempre ensinando, ao ar livre, sobre os recursos naturais deste mundo. O sítio de 130 hectares permite ainda uma surpreendente visão do céu, da aurora boreal e dos arredores da Reserva da Biosfera da UNESCO.

Foto: Divulgação

Havaí

Para melhorar ainda mais o Havaí, o céu acaba colaborando, oferecendo um espetáculo celeste quando a noite cai em Mauna Kea. As condições do local são tão ideias que este é o lar da maior observatório astronômico do mundo, com telescópios operados por astrônomos de 11 países.

Foto: Divulgação

França

Na região montanhosa de Hautes-Pyrénées, que atrai 1 milhão de turistas por ano, é possível encontrar um pedaço do universo. Equipamentos científicos foram instalados na Pic Du Mid Dark Sky Reserve, local para monitorar a qualidade do céu, incluindo visões espetaculares da Via Láctea, ao longo dos anos.

Foto: Divulgação

Alemanha

A menos de duas horas de carro de Berlim, a Westhavelland Dark Reserve oferece uma das melhores vistas do país. Durante o verão, o céu chega a ficar tão claro que é possível enxergar até a luz solar zodíaca, espalhada pela poeira estelar.

Foto: Divulgação0

E aí, ansioso para ver esse espetáculo? Conte para a gente nos comentários e não se esqueça de compartilhar com seus amigos.

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

Fonte: El Pais e Quanto Custa Viajar

 

]]>
0
8 coisas incríveis que você pode fazer na primeira classe de um avião http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/07/27/8coisasincriveisquevocepodefazernaprimeiraclassedeumaviao/ http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/2018/07/27/8coisasincriveisquevocepodefazernaprimeiraclassedeumaviao/#respond Fri, 27 Jul 2018 11:00:26 +0000 http://companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br/?p=8999 Você já recebeu uma massagem, tomou um banho, ou foi servido por um mordomo enquanto voava? Essas regalias são experiências que você só pode ter se voar pela primeira classe ou na classe executiva de algumas companhias. Se você nunca teve essa experiência, nós do Companhia de Viagem proporcionamos uma pequena espiada do que acontece por trás das cortinas de um avião.

Voe em uma suíte pela Etihad Airways

As acomodações da primeira classe da Etihad Airways podem ser maiores do que o seu quarto de hotel, mas eu diria que se você está pagando aproximadamente US $ 30.000 por uma passagem só de ida, provavelmente não está reservando qualquer suíte.

O espaço, que acomoda até duas pessoas, conta com uma sala de estar, quarto e banheiro privativo.

Foto: Divulgação

Ganhe uma carona com um motorista particular na Turkish Airlines

Cancele seu táxi. Se você estiver voando pela classe executiva da Turkish Airlines, a companhia aérea enviará um carro e motorista de luxo para buscá-lo e levá-lo ao aeroporto ou ao seu destino após o desembarque. Diga-lhes os detalhes do seu voo e eles chegarão no horário e em grande estilo.

Foto: Divulgação

Tenha uma reunião de negócios voando pela Qatar

Com alguns milhares de dólares por assento, você não tem desculpa para não trabalhar se a sua empresa estiver financiando sua passagem de classe executiva na Qatar Airways. As Q-Suítes Business Class da companhia aérea oferecem assentos em uma sala de conferência, com painéis de mídia para exibir suas apresentações do PowerPoint.

Foto: Divulgação

Tome um banho na Etihad ou Emirates Airlines  

Tomar banho enquanto você voa deve ser uma sensação bem bizarra, mas você pode se divertir na Etihad Airways ou na Emirates Airline se estiver na Primeira Classe. Resumidamente, ambas as companhias aéreas vendem apenas cerca de cinco minutos de água quente por pessoa, então você terá que ser rápido, a menos que goste de banhos frios.

Foto: Divulgação

Ganhe uma massagem pela Turkish Airlines

Cansado da viagem? As cadeiras da classe executiva da Turkish Airlines têm um recurso de massagem embutido, para que você possa trabalhar esses nós a 35.000 pés.

Foto: Divulgação

Coma seu jantar em uma porcelana da Wedgwood pela Singapore Airlines

Na Singapore Airlines, as refeições gourmet são servidas em porcelana, projetadas para a companhia aérea pela Wedgwood, uma empresa de porcelana fina mundialmente famosa. Quanto à comida servida nesses pratos caros, preparada na hora pelo chef a bordo.

Foto: Divulgação

Tenha um mordomo a bordo da Etihad Airways

Os comissários de bordo podem ser ótimos, mas eles não passaram por um curso intensivo de treinamento de uma semana no mundialmente conhecido Hotel Savoy. A Etihad Airways emprega uma frota de mordomos treinados, com luvas brancas, para atender aos passageiros de primeira classe hospedados na classe The Residence da Etihad Airways, que trabalharão com os comissários de bordo para ajudar a organizar qualquer coisa que os hóspedes possam desejar enquanto estiverem no avião.

Foto: Divulgação

Dirija um porshe na sua conexão voando pela Lufthansa

Em vez de passar o tempo no saguão do aeroporto em uma longa parada, os hóspedes da primeira classe que voam pela Lufthansa podem reservar a experiência da Porsche First Class Excitement. Por apenas 99 euros, você terá uma locação de três horas de um Porsche 911, gasolina e seguro para poder explorar a cidade em alta velocidade e voltar ao seu vôo de conexão.

Foto: Divulgação

E aí, gostou das mordomias oferecidas? Escreva nos comentários o que achou e não se esqueça de compartilhar com seus amigos.

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

 

]]>
0