Companhia de Viagem

Curta o charmoso inverno de Franschhoek
Comentários Comente

Marcio Moraes

Caro viajante,

Quando você pensa em luxuosos destinos de inverno, o que vem à cabeça?

Bem, eu duvido que você tenha pensado no mesmo lugar que eu. Isso porque a dica que trago foge do trivial para colocar luz em um país que é conhecido pelas altas temperaturas. Franschhoek impressiona por mostrar a faceta elegante do inverno da África do Sul. Vamos conhecê-la?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A cidade de pouco mais de 15 mil habitantes é uma das mais antigas do país e possui forte influência européia, principalmente holandesa e francesa, de quem herdou a maestria em produção de vinhos.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Franschhoek, que fica a 85 quilômetros da Cidade do Cabo, no sudoeste do país africano, faz parte da Rota dos Vinhos e abriga algumas das mais tradicionais e importantes vinícolas do país – para não dizer do mundo. Por isso, não deixe de conhecer vinícolas como Grande Provence e Boschendal, umas das mais antigas da África do Sul.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Incrustada entre vales e montanhas, a cidade africana é ideal para casais apaixonados que gostam de aproveitar um friozinho com boa comida, bons vinhos e, sobretudo, uma linda paisagem. Destaque para o restaurante Foliage, considerado o décimo melhor do país pelo ranking Eat Out 2015.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O frio transforma a atmosfera da cidade de abril a setembro, período no qual a temperatura média é de 10 graus. Eu, particularmente, acho esse clima perfeito porque é moderado e, por isso, não nos impede de andar ao ar livre.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

E aí, que tal curtir um inverno super sofisticado na África do Sul?

Grande abraço e até a próxima!


Curta um fim de semana regado a vinho em São Paulo
Comentários Comente

Marcio Moraes

Caro amigo,

A dica que trago hoje é para os paulistanos apaixonados por vinho. É que entre os dias 2 e 5 de julho acontece a 6ª edição do Wine Weekend São Paulo Festival, evento que reúne enologia, gastronomia e arte no Pavilhão das Culturas, no Parque Ibirapuera.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Wine Weekend oferece diversas atrações relacionadas ao vinho, como degustações, venda com desconto e jantares temáticos harmonizados com rótulos de Buenos Aires e Paris.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Os visitantes também podem conhecer parte do acervo do Museu do Vinho, que fica em Bento Gonçalves (RS), e apreciar uma exposição do artista norte-americano Scott Gurdersen, especialista em construir retratos em grande formato com rolhas recicladas.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Os que preferem uma boa cerveja também poderão aproveitar o festival. No Bier Garden, produtores nacionais e importadores oferecerão cervejas especiais para degustação e venda.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Além disso, um espaço infantil permite que crianças aprendam a cadeia produtiva de uma vinícola de maneira lúdica e divertida. Ou seja, diversão para a família toda!

Então, amigo, anote este evento na agenda e divirta-se! E, claro: se beber, não dirija!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

www.wineweekend.com.br

Abraço e até a próxima!


Jogos Olímpicos e Paralímpicos ganham asas
Comentários Comente

Marcio Moraes

Caro amigo,

Iniciamos a contagem regressiva para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 com uma novidade: A Tam Linhas Aéreas anunciou que será a transportadora oficial destes mega eventos que prometem agitar a Cidade Maravilhosa entre os dias 5 de agosto e 18 de setembro de 2016.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

São mais de 15 mil atletas de 205 países diferentes que contarão com o apoio da empresa brasileira durante o período de competições.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

“Estamos em intensa preparação, conscientes da nossa responsabilidade de conectar as pessoas aos jogos com qualidade, com segurança, trabalhando com muito cuidado e excelência no atendimento”, afirma Claudia Sender, presidente executiva da Tam S.A. e Tam Linhas Aéreas.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Além disso, a Tam Viagens será a operadora oficial do Programa Nacional de Hospitalidade e Viagens dos Jogos Olímpicos.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Desta maneira, espectadores poderão comprar pacotes de transporte, acomodação, traslados, ingressos e passeios pelo Rio de Janeiro diretamente pela operadora, com segurança e comodidade. “A Tam Viagens oferecerá espaços de hospitalidade e cuidará de todos os passos da viagem de nossos clientes, proporcionando uma experiência completa”, afirma a presidente. As vendas para pessoa física serão iniciadas em outubro.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Para completar, a companhia aérea será responsável pelo tradicional revezamento da tocha olímpica, que partirá da Grécia em meados de abril e percorrerá o território brasileiro por cem dias, até chegar à cidade-sede do evento.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Brasil se prepara para um momento único e especial, no qual todas as atenções estarão voltadas para nosso País. Vamos, mais uma vez, apoiar as empresas que mostram a força brasileira e deixam nossos visitantes com vontade de voltar!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Grande abraço e até mais!


As mais belas cachoeiras que todo mundo deveria conhecer
Comentários 8

Marcio Moraes

Caro viajante,

Esse post não é só para aqueles que curtem natureza, mas também para quem busca destinos impressionantes e paisagens marcantes. E, na minha opinião, não há nada melhor para recarregar as energias do que uma cachoeira. Que tal conhecer as quedas d´água mais fascinantes do mundo? Venha comigo!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Cataratas do Iguaçu
Não poderia começar essa lista de maneira diferente. O Patrimônio Mundial da Unesco recebe mais de um milhão de pessoas todos os anos e é exemplo de integração entre conservação e uso sustentável de recursos naturais.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Parque Nacional do Iguaçu, localizado entre as cidades de Foz do Iguaçu, no Brasil, e Puerto Iguazú, na Argentina, abriga mais de 275 saltos, por onde passam cerca de um trilhão de litros de água por segundo. Impressionante, não?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Além disso, o Parque oferece uma estrutura completa para receber visitantes, com opções de acomodação, gastronomia e entretenimento.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Não deixe de conhecer a Garganta do Diabo, queda com maior fluxo das Cataratas. A cachoeira, que fica no lado brasileiro do Parque, tem 80 metros de altura e 150 de largura.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Cataratas do Niágara
A cidade canadense Niagara Falls, localizada a 130 quilômetros de Toronto, é a porta de entrada para as Cataratas do Niágara, formadas pela convergência dos lagos Erie e Ontario. Parte das quedas fica no Canadá, enquanto outra parte tem acesso pelo estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Há três principais cachoeiras em Niágara (Horseshoe, Americanas e Bridal Veil) e inúmeras maneiras de experimentá-las. Recomendo os passeios de helicóptero, que sobrevoam a região e oferecem uma nova perspectiva sobre os cenários, e de barco para os amantes de adrenalina.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A cidade com inspiração georgiana Niagara-on-the-Lake, na região das Cataratas, ainda concentra algumas vinícolas especializadas na produção de uvas brancas. Um passeio com degustação de vinhos é ótima pedida!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Cachoeira Yosemite
A maior queda d´água da América do Norte fica no Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia. A cachoeira, que tem 739 metros de altura, é uma das maiores atrações do parque, sobretudo na primavera, quando o fluxo de água atinge seu ápice.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Os mais de 1300 quilômetros de trilhas levam os visitantes tanto para o topo quanto para a base da queda d´água. Além disso, os lagos, lagoas e rios completam um cenário realmente fantástico.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Parque Yosemite, que fica a 5 horas de San Francisco, recebe 3,5 milhões de visitantes anualmente.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Cachoeira Erawan
Localizada no Parque Nacional Erawan, na província de Kanchanaburi, na Tailândia, a cachoeira homenageia o elefante de três cabeças, figura importante na mitologia hindu. As sete camadas de queda se estendem por 1,5 quilômetro de extensão e formam lagos e piscinas cheias de peixes para a diversão dos visitantes.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A água cristalina de cor esmeralda que escoa da cachoeira forma um cenário encantador e é a principal atração do Parque Nacional, que também possui uma boa estrutura para acomodar os visitantes.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Erawan é especial porque, embora não seja uma queda grandiosa como as anteriores, oferece a mais que bem-vinda oportunidade de interação com a natureza.

Bem, eu espero que você tenha gostado das dicas e que compartilhe conosco outras cachoeiras interessantes pelo mundo!

Grande abraço e até a próxima!


Conheça as hospedagens mais inusitadas ao redor do mundo pelo Airbnb
Comentários Comente

Marcio Moraes

Caro viajante,

Você já ouviu falar do Airbnb? Essa palavra está na boca dos viajantes mais descolados e é símbolo de uma tendência de viagem super interessante.

Foto: Site Airbnb

Divulgação: Airbnb

A plataforma digital une viajantes e anfitriões de todo o mundo e oferece uma experiência diferente de acomodação, na qual o hóspede poder alugar o imóvel para si ou compartilhar a hospedagem com o dono do lugar. Isso sem falar, é claro, na economia de grana e na possibilidade de interagir com pessoas locais. Demais!

Divulgação: Airbnb

Divulgação: Airbnb

Além disso, no Airbnb é possível encontrar lugares super diferentes para se hospedar. Escolhi alguns exemplos inusitados disponíveis no site. Vamos ver?

Carruagem Cigana

No extremo sul do Reino Unido, na cidadela de St. Keverne, é possível ficar hospedado em uma carreta típica dos povos ciganos, aquelas que vemos nos filmes antigos, sabe?

Divulgação: Airbnb

Divulgação: Airbnb

A carruagem, construída por uma própria cigana, acomoda duas pessoas e traz uma mistura de modernidade com a atmosfera da vida itinerante. O queenie, fogão usado pelos povos nômades ciganos tanto para cozinhar quanto aquecer, está à disposição assim como uma tomada para carregar celulares.

Divulgação: Airbnb

Divulgação: Airbnb

Do lado de fora da carruagem, uma fogueira ajuda a criar o clima de aventura da vida cigana. Bacana, não?

buhhgyg

Divulgação: Airbnb

www.airbnb.com.br/rooms/1550806

Casa na Árvore

Outra adorável – e excêntrica – opção de acomodação é uma casa na árvore no meio da cidade de Atlanta, capital da Geórgia, nos Estados Unidos. Um verdadeiro tesouro escondido.

Divulgação: Airbnb

Divulgação: Airbnb

A casa é composta por três cômodos separados, conectados por pontes de cordas. A sala é decorada com mobiliário antigo, que inclui janelas de 80 anos, um candelabro de 12 velas e artigos de antiguidade. Além disso, uma bela varanda tem vista para a exuberante floresta à frente.

Divulgação: Airbnb

Divulgação: Airbnb

Com capacidade para duas pessoas, a casa na árvore é perfeita para quem busca uma experiência super diferente em uma cidade grande e efervescente.

Divulgação: Airbnb

Divulgação: Airbnb

www.airbnb.com/rooms/1415908

Mansão na Montanha

O Brasil também está na lista e é muito bem representado por essa mansão de estilo colonial que fica em plena capital mineira, embora pareça estar isolada no meio do campo.

Divulgação: Airbnb

Divulgação: Airbnb

O Hotel Residencial na Montanha oferece um quarto espaçoso e amplo, para dois hóspedes. A propriedade também conta com piscina, jardim e bar, além de uma sala de música e biblioteca.

Divulgação: Airbnb

Divulgação: Airbnb

A estadia mínima na mansão é de três noites.

https://www.airbnb.com.br/rooms/335944

Gostou? Então experimente uma estadia diferente durante sua próxima viagem e divida conosco a experiência!

Abraço e até mais!


Conheça a ilha mais colorida da Europa
Comentários Comente

Marcio Moraes

Caro viajante,

Gostaria de dividir com você uma deliciosa descoberta que fiz pertinho de Veneza, na Itália: a pequena ilha de Burano, cuja população de cerca de três mil habitantes se orgulha de viver na cidade mais colorida da Europa.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O tamanho da cidade, no entanto, contrasta com a riqueza artística e cultural que pode ser encontrada ali. A história, passada de geração para geração, conta que os pescadores da vila tinham dificuldades de encontrar suas casas em meio à névoa que pairava sobre Burano durante o inverno. A solução, simples e criativa, foi pintar cada casa com uma cor chamativa, que fosse facilmente identificada à distância. O resultado é um cenário charmoso, alegre e cheio de vida. Demais, não?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Porém, não só de cor que vive Burano. A cidade italiana é conhecida também pela arte do merletto, renda tradicional das artesãs locais, cobiçada pela nobreza européia desde os tempos do rei Luis XIV. O monarca francês conhecido como Rei Sol usou, em sua coroação, um colar de merletto que demorou dois anos para ser feito. Hoje, não há tantas rendeiras como naquela época, mas você ainda pode encontrar lojinhas especializadas e sua história é contada no Museu do Merletto, na praça central de Burano.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Outro ponto forte do destino multicolorido é a gastronomia, que concilia a fartura típica italiana com pratos à base de frutos do mar, refletindo muito bem o clima da cidade. Não deixe de visitar a Trattoria da Romano, mais antiga de Burano, aberta em 1910. Especializado na cozinha regional, o restaurante familiar é famoso pelo risoto, considerado um dos melhores do mundo.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

E se bater uma vontade de adoçar a boca, a cidade também oferece guloseimas irresistíveis. Tanto o bussolai quanto o essi, feitos com farinha, manteiga, baunilha e ovos, são populares e podem ser encontrados nas principais lojinhas. A Panificio Pasticceria Costantini é uma referência na produção dos doces típicos.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Burano é vizinha de Murano, outro destino na laguna de Veneza que merece destaque pela criatividade. Embora não seja multicolorida, a cidade conquistou visibilidade internacional pela produção de objetos de vidro com tantos matizes quanto os que colorem as casas buranesas.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

COMO CHEGAR: A porta de entrada para Burano é Veneza. Na estação Fondamente Nove é possível pegar um vaporetto, espécie de ônibus sobre as águas, para a ilha. Eles partem a cada meia hora e o agradável percurso é feito em 45 minutos.

www.isoladiburano.it

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Burano é mesmo um charme de destino, não?

Um abraço e até a próxima!


Conheça as melhores festas juninas paulistanas
Comentários Comente

Marcio Moraes

Caro amigo,

Não há nada melhor do que a chegada do mês de junho. E sabe por quê? Por causa das festas juninas, uai! Comidas típicas, apresentações artísticas, prendas, jogos e a tradicional quadrilha preenchem o País inteiro com alegria e descontração.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Em São Paulo, cidade que escolhi para viver, os “arraiás” esquentam o inverno e trazem um gostinho das famosas festas de São João nordestinas. Escolhi algumas que são simplesmente imperdíveis! Vamos conhecê-las?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

São João de Nóis Tudim

O Centro de Tradições Nordestinas de São Paulo oferece uma programação agitada durante os fins de semana de junho. Grupos folclóricos, festival de quadrilhas, peças teatrais e apresentações musicais fazem parte das atrações da festa, que ainda apresenta pratos típicos dos nove estados do Nordeste.

Data: de 13 a 28 de junho, aos sábados e domingos.
Horário: a partir das 12h.
Local: Centro de Tradições Nordestinas (CTN)
End.: Rua Jacofer, 615 – bairro do Limão.
Tel.: (11) 3488-9400.
www.ctn.org.br
Entrada gratuita.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Quermesse do Calvário

Tradicionalíssima, a festa acontece ao lado da Praça Benedito Calixto, na região oeste da cidade de São Paulo. Cheia de gente bonita e jovem, é ideal para quem quer, entre um quentão e outro, distribuir maçãs do amor ou bilhetinhos do correio elegante.

Datas: de 30 de maio a 5 de julho, aos sábados e domingos.
Horário: das 17h30 às 23h30.
Local: Paróquia São Paulo da Cruz – Igreja do Calvário.
End.: Rua Cardeal Arcoverde, 950 – Pinheiros.
Entrada gratuita.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Festa Junina no Minhocão

O icônico – e polêmico – elevado paulistano receberá, no dia 5 de julho, uma festa que celebrará o centenário de Sérgia Ribeiro da Silva, a única mulher a lutar ao lado de Lampião. Gratuito, o evento está sendo organizado de maneira colaborativa pelas redes sociais.

Data: 5 de julho.
Local: Minhocão (Elevado Costa e Silva).
End.: Rua Amaral Gurgel – Vila Buarque.
Entrada gratuita.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Festa Junina da Portuguesa

A festa junina deste tradicional clube paulistano já virou atração obrigatória para quem gosta de “arraiás”. Aos fins de semana, artistas famosos, como Victor & Léo, Anitta e Sorriso Maroto, embalam a noite no Estádio do Canindé. E o melhor: a festa junina se estende até o dia 12 de julho! Não dá para perder essa.

Data: de 30 de maio a 12 de julho, aos sábados e domingos.
Local: Estádio do Canindé.
End.: Av. Pres. Castelo Branco, 1708 – Pari.
Preço: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

E você, caro amigo, tem alguma festa junina predileta?

Um forte abraço e até a próxima!


Conheça os melhores spas para tratar corpo, mente e alma
Comentários Comente

Marcio Moraes

Caro amigo,

A ordem do dia é relaxar! Que tal uma massagem, um banho aromático, uma sessão de ioga ou acupuntura? Os melhores spas do mundo oferecem uma verdadeira transformação de vida: a integração entre corpo, mente e alma. Venha comigo em um delicioso e refrescante passeio pelos centros de relaxamento mais fantásticos do planeta!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Chiva-Som – Tailândia

Um oásis de saúde e bem-estar. Localizado no Golfo da Tailândia, o Chiva-Som é especializado em tratamentos com foco no equilíbrio e rejuvenescimento. Logo na chegada, cada hóspede passa por uma avaliação de metas e objetivos. A partir daí, é elaborado um programa super pessoal, que inclui dieta, exercícios, atividades, descanso e, é claro, relaxamento.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Uma equipe multidisciplinar, formada por médicos convencionais, especialistas em medicina alternativa, terapeutas, nutricionistas e personal trainers, garante segurança e resultado.
A cozinha do spa segue a linha natural, com a utilização de ingredientes orgânicos cultivados no próprio local. Tudo com um toque gourmet.

Parrot Cay – Ilhas Turks e Caicos

Pertinho de Miami, o arquipélago de Turks e Caicos reúne oito ilhas principais e mais de 40 ilhotas, incluindo Parrot Cay. Cercada por um mar de incrível azul, a ilha abriga o COMO Shambala Retreat, pequeno santuário para nutrir corpo, mente e alma. O spa oferece práticas de ioga, nove estúdios de tratamento, um jardim externo com jacuzzi, sala de pilates, banhos japoneses e locais específicos para massagem em dupla.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A carta de serviços do COMO Shambala Retreat ainda inclui sessões de reiki, acupuntura, terapia com água do Mar Morto e consultas para verificar níveis de stress e problemas básicos de saúde.

Sanctuary Spa – Arizona

Um verdadeiro santuário, como seu nome sugere, entre as montanhas de Paradise Valley, na cidade de Scottsdale, Arizona. O Sanctuary Spa fica dentro do Camelback Mountain Resort e é um dos preferidos entre celebridades como Elton John. O menu é baseado nos tratamentos asiáticos e ainda traz um toque esotérico bem interessante. Astrólogos, tarólogos e numerólogos fazem parte do time de profissionais preparados para tratar os hóspedes.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A marca registrada do lugar é o labirinto pelo qual o hóspede caminha com o propósito de se renovar e conectar a paz interior. Super bacana!

É tudo tão bonito que relaxa só de olhar, não é?

Abraço e até breve!


Conheça cinco destinos que (ainda) não estão na moda
Comentários 11

Marcio Moraes

Caro viajante,

É quase impossível encontrar alguém que nunca sonhou em conhecer Paris, Roma ou Nova York. Essas cidades fazem parte da wish list de 10 em cada 10 viajantes! Mas, e Malta, Sri Lanka ou Macedônia? Tão bonitos, instigantes e ricos, esses destinos ainda não caíram nas graças dos viajantes, embora tenham muita coisa boa para oferecer. Que tal conhecer os encantos de alguns lugares que permanecem, por enquanto, fora da rota do turismo mundial?

Malta
Localizada a 90 quilômetros da Sicília e 290 quilômetros do continente africano, a República de Malta é formada por três ilhas, Malta, Gozo e Comina que, desde a Idade Média, foram alvos de disputa entre diversas civilizações, como os árabes, cartagineses, romanos, bizantinos e, mais recentemente, os ingleses. O país maltês absorveu harmoniosamente todas essas influências culturais e nos oferece muita diversidade, seja na arquitetura, gastronomia ou arte.
Porém, engana-se quem pensa que as ilhas maltesas são ricas apenas em história. O país, embora pequeno em território e população, possui diversos atrativos, que variam de tratamentos de beleza em resorts super luxuosos a esportes radicais nas encostas e no mar azul turquesa.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Ha Long Bay
Poucos destinos me deixam tão impressionado, em termos de magnitude e beleza natural, quanto Ha Long Bay. A baía, situada ao norte do Vietnã, é adornada por mais de 1600 formações rochosas de calcário, minuciosamente esculpidas durante milênios pelas constantes mudanças de maré.
Existem diversas maneiras de explorar Ha Long Bay, Patrimônio Natural da Humanidade reconhecido pela UNESCO. As melhores excursões, a bordo de um barco, normalmente duram três dias e oferecem aos turistas suítes luxuosas e refeições surpreendentes em alto-mar. Também disponibilizam caiaques e promovem escaladas e passeios por algumas cavernas do arquipélago.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Sri Lanka
O nome já indica o exotismo deste país localizado ao sul da Índia. Fico surpreso como uma ilha tão pequenina, com apenas 65 mil quilômetros quadrados, reúne tantos Patrimônios Mundiais da Unesco. São oito no total! Some a isso as praias paradisíacas, ruínas históricas, pessoas acolhedoras e pronto! Você tem um paraíso à disposição.
Quem gosta de natureza pode se aventurar pelos safáris e, com sorte, encontrar leopardos, búfalos, incontáveis espécies de aves e simpáticos elefantes, é claro! Além disso, é possível fazer um delicioso passeio de trem pelas colinas esverdeadas da ilha que, por receberem plantações de chá, ainda são aromáticas.
Se nada disso basta, ainda há as praias, onde o mergulho nas águas cristalinas é a pedida certa. E sabe o que é melhor? Como ainda não está na moda, o destino é acessível financeiramente e não possui aquela aglomeração típica dos lugares mais disputados.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Ilhas Virgens Britânicas
A região das Ilhas Virgens Britânicas já foi rota de famosos piratas, como o temido Barba Negra. Hoje, é um centro de abastecimento de barcos do Caribe e, seguindo a tradição, um popular destino para aqueles que, assim como eu, são amantes da navegação e da vela.
Localizadas a leste de Porto Rico, no mar do Caribe, as principais ilhas ocupadas por ingleses em 1672 são Virgin Gorda, Anegada e Tortola. O que esperar desta experiência? Ora, areia branca, água turquesa, aquela brisa quente tipicamente caribenha, perfeitos points para mergulho e uma estrutura hoteleira com excelência britânica. Recomendo também esse destino para casais, uma vez que a natureza exuberante e a atmosfera romântica fazem destas ilhotas um lugar especial.
O arquipélago possui mais de sessenta ilhas que se destacam em diversidade ecológica. Os recifes de corais, outrora temíveis causadores de naufrágios, participam harmoniosamente do impressionante cenário subaquático, que encanta até os mergulhadores mais exigentes.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Macedônia
Com uma história bem complexa e fascinante, a Macedônia ainda é um país bem distante dos holofotes turísticos. Por enquanto. E embora pertença a uma região histórica, com influências gregas, romanas e otomanas, a Macedônia é jovem, fundada apenas em 1991, com a desintegração da Iugoslávia.
Sua capital, Skopje, é uma das cidades mais incomuns da Europa, onde uma constante renovação urbana transforma e adapta o espaço de maneira surpreendente.
As montanhas remotas, por sua vez, escondem mosteiros medievais fascinantes, trilhas alpinas e aldeias balcãs tradicionais. Além disso, mais de 50 lagos se espalham pelos meros 25.713 Km2 do país e oferecem diversão e beleza para a população.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

E aí, que tal fugir do trivial nas próximas férias e embarcar em uma aventura pelo (ainda) desconhecido?

Até a próxima!


O Dia dos Namorados ao redor do mundo
Comentários Comente

Marcio Moraes

Caro amigo apaixonado,

Hoje é o dia das rosas vermelhas, dos bombons, dos restaurantes lotados, de muitos beijos e declarações. Mas, será que todo mundo comemora o dia dos namorados da mesma forma? Dei uma volta ao mundo para buscar para você alguns exemplos de tradição desta data tão emocionante.

0

Japão

Celebrado em 14 de fevereiro desde 1936, o Dia dos Namorados japonês foi introduzido na sociedade por uma fábrica de chocolates, com o intuito meramente lucrativo. Nada de diferente do que conhecemos por aqui, certo? Acontece que no Japão, essa data não tem uma conotação romântica e – pasmem! – as mulheres são responsáveis por presentear amigos e parentes com chocolates.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Só um mês depois, em 14 de março, os homens presenteados retribuem a gentileza com presentes que equivalem ao triplo do valor gasto pelas mulheres.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Arábia Saudita

Se você estiver no país árabe durante o Dia dos Namorados, cuidado! Existe um decreto oficial que condena comemorações alheias às datas sagradas do Islã. O Dia dos Amantes, como é chamado por lá, é totalmente censurado. Lojas de presentes e floriculturas são vigiadas pela polícia religiosa, para impedir que os apaixonados expressem seus sentimentos. Para você ter uma ideia, as mulheres não podem nem sair às ruas vestindo vermelho, a cor do amor, neste dia.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Dinamarca

No país europeu, há uma tradição que pode gerar confusões em pleno Dia dos Namorados. O Gaekkebrev é um cartão romântico que os homens mandam para suas amadas. Porém, um simples detalhe faz toda a diferença: o cartão não é assinado. Assim, a pessoa que recebe a declaração deve adivinhar o remetente da mensagem. Tarefa difícil, não?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Bom, acho que agora podemos valorizar nossas próprias tradições, mesmo que tenhamos que enfrentar as filas dos restaurantes, não é?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Um abraço e Feliz Dia dos Namorados!