Companhia de Viagem

10 motivos para se hospedar no hotel do Cristiano Ronaldo
Comentários Comente

Marcio Moraes

Ficou sabendo que Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid e da Seleção Portuguesa, inaugurou um hotel? O Pestana CR7, do Grupo Pestana, abriu suas portas em Funchal, capital da Ilha da Madeira, nesse fim de semana. O plano é inaugurar filiais também em Lisboa, Madrid e pertinho da Times Square, em Nova Iorque.

Ficou curioso pra saber o que esse hotel tem de melhor? Reuni 10 motivos para dar uma chance pro novo empreendimento do atleta, com diárias a partir de 220 euros.

1. O hotel fica em frente ao porto de Cruzeiros, onde dá para fazer uma parada rápida de navio e aproveitar a incrível vista para o Oceano Atlântico.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

2. Você terá o Cristiano Ronaldo até no seu banheiro.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

3. E vai que você dá sorte de encontrar o craque em carne e osso?

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

4. A decoração do hotel é incrível e mistura tendências contemporâneas, industriais e minimalistas.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

5. O hotel é perfeito para os amantes de futebol: além de camisas da seleção portuguesa penduradas como quadros, há várias referências ao esporte na decoração dos cômodos.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

6. É claro que não pode faltar uma boa festa no hotel do Cristiano Ronaldo! O bar no terraço garante bons drinks e muito glamour.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

7. Para quem quiser entrar em forma – assim como o dono do hotel – há um programa fitness preparado pelo próprio jogador de futebol que envolve exercícios físicos e alimentação regrada.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

8. Saindo do convencional, a piscina do hotel é vermelha como a camisa de Portugal! Pronto para dar um mergulho?

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

9. Os hóspedes também têm entrada grátis no Museu CR7, que coleciona três bolas de ouro, quatro botas de ouro, 50 medalhas, mais de 200 troféus, além de estátuas de cera do jogador.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

10. Funchal por si só já é um grande motivo para ir até o hotel. A cidade-natal de Cristiano Ronaldo é histórica e praiana. Ponto turístico é o que não falta. Aproveite para andar de teleférico, carro-de-cesto, barco, fazer windsurf e mergulho.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


Atrações de gelo e neve que nem parecem estar no Brasil
Comentários Comente

Marcio Moraes

Quem disse que no Brasil não dá para aproveitar tudo o que o inverno tem a oferecer? Mesmo sendo difícil encontrar neve por aqui (apenas no Sul do país em dias de sorte), alguns lugares dispõem de infraestruturas incríveis para prática de esportes de inverno. Além disso, há lugares inteiros construídos apenas com gelo! Quer ver?

1. Snowland (Gramado, RS)

Foto: Vinícius Costa/ Pressphoto

Foto: Vinícius Costa/ Pressphoto

Um lugar no Brasil onde há neve o ano inteiro! O Snowland é um complexo com uma pista de patinação no gelo e outra de esqui e snowboard com 120 metros de comprimento. Lá existe uma escola de neve com aulas de esportes de inverno à sua escolha. Então mesmo quem nunca teve experiência em cima de pranchas pode se arriscar na área de iniciantes.

2. Maior pista de patinação de gelo do Brasil (Brasília, DF)

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

No segundo piso do Taguatinga Shopping, acabou de ser inaugurada a maior pista de patinação do Brasil de 450 metros quadrados. Depois de uma temporada de sucesso em 2015, a pista voltou ainda maior esse ano. Ela tem capacidade para receber 120 patinadores ao mesmo tempo. Para animar ainda mais, aos sábados, a atração tem DJ e iluminação especial. Mas corra, porque o espaço só fica aberto até o dia 28 de agosto deste ano.

3. Mundo Gelado (Canela, RS)

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Já pensou visitar uma casa inteira de gelo, uma espécie de super iglu? O Mundo Gelado tem 140 metros quadrados de puro gelo. O lugar, mantido a -10°C, tem mais de 16 esculturas em gelo, desde a Torre Eifell até o Cristo Redentor. Em um ponto da casa, que parece uma caverna, há até mesmo um mamute (de mentira) congelado!

4. Bar de Gelo (São Gonçalo, RJ)

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Recém-aberto no Partage Shopping São Gonçalo, o Tropical Ice Bar é o maior bar de gelo itinerante do Brasil, de 290 metros quadrados. Prepare-se para o frio, pois além da temperatura chegar a -18°C, até os copos são feitos de gelo! Um DJ e uma pista de dança esquentam o clima do lugar. O espaço deve ficar aberto até setembro deste ano. Se fizer sucesso, o dono do bar planeja lançá-lo em outras cidades também, mas nada certo até agora.

5. Ski Mountain Park (São Roque, SP)

Foto: Divugalçao

Foto: Divugalçao

Não é neve, mas parece. A 54 quilômetros de São Paulo, o parque tem duas pistas de esqui feitas de “tapetes” de polietileno de alta tecnologia, que dão a sensação de estar esquiando na neve. Uma delas é para iniciantes, com 100 metros de extensão, e a outra de aproximadamente 400 metros é considerada de média dificuldade e indicada apenas para quem já sabe esquiar.


Prisão de supostos terroristas compromete turismo nacional
Comentários Comente

Marcio Moraes

Imaginem a situação, meus amigos viajantes. O Brasil está prestes a receber os Jogos Olímpicos, o maior evento esportivo de todo o mundo. Uma oportunidade para o turismo nacional, que deve movimentar milhares de pessoas nos aeroportos e nas ruas do Rio de Janeiro. Diante desse cenário, é inadmissível que a notícia da prisão de supostos simpatizantes de grupos terroristas seja tratada com tamanho descuido pelas autoridades.

Trata-se de um tiro no pé, que prejudica um dos setores mais sensíveis do nosso País: o turismo. E eu explico o porquê. Com o anúncio, cerca de 50 mil passagens já foram canceladas com destino ao Rio de Janeiro. Assim como outras 35 mil reservas em hotéis.

A declaração trouxe medo e refletiu nas redes sociais dos principais veículos de todo o mundo. Posso dizer com toda a certeza que será o maior desastre dos últimos trinta anos para a indústria do turismo nacional.

As pessoas já estavam assustadas com a segurança e com o Zica, mas agora, com essa falha grotesca, entramos na mira dos outros países com supostos casos de terrorismo. Atenção para a palavra. SUPOSTOS terroristas. Uma informação muito forte para ser divulgada sem qualquer certeza dos fatos, não acham? Seria melhor analisar o perfil dos presos para entender se realmente se tratam de terroristas e não apenas bandidos. Veja, por exemplo, os Estados Unidos, que prendem semanalmente indivíduos associados aos grupos terroristas, mas não tratam a situação com tamanha leviandade com a imprensa.

Assim como tudo na vida, não podemos divulgar uma notícia sem a devida checagem das informações. A declaração da última quarta-feira não foi apenas um tiro no pé da Justiça, mas também um tiro no coração do turismo brasileiro.


Para além das Olimpíadas: o desenvolvimento do transporte público do Rio
Comentários Comente

Marcio Moraes

Com uma paisagem que, em 2012, se tornou Patrimônio Mundial da Unesco, a Cidade Maravilhosa vai muito além da beleza de seus cartões-postais. Enquanto o Cristo Redentor recebe os visitantes de braços abertos para um passeio tradicional, novas atrações garantem que o Rio continue surpreendendo a cada nova visita.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Uma ótima novidade é o desenvolvimento do transporte público, que agora tem metrô, VLT (Veículo Leve sobre Trilho) e BRT (Transporte Rápido por Ônibus), com integração tarifária. A recém-construída Linha 4 do Metrô liga a Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade, ao bairro de Ipanema, na zona sul, em apenas 13 minutos. São 16 quilômetros de extensão que facilitam a vida de mais de 300 mil pessoas por dia.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Durante os jogos, os passageiros com o bilhete de transporte olímpico – que custa R$ 25 por dia – têm prioridade e acesso a todos os meios de locomoção. Além disso, a cidade carioca tem a maior malha cicloviária da América Latina. O trecho recém-inaugurado, Tim Maia, que liga os bairros de Leblon e São Conrado pela avenida Niemeyer, vem se somar aos 435 quilômetros de vias para ciclistas no Rio. Assim o famoso trânsito carioca não vai ser um problema nem para os torcedores, nem para os turistas.


Marcos Pontes: entrevista com primeiro brasileiro que viajou para o espaço
Comentários Comente

Marcio Moraes

Em 20 de julho de 1969, há exatamente 47 anos, o homem pisava na Lua. Para não deixar a data passar em branco, falei com um brasileiro que também se arriscou no espaço: Marcos Pontes.

Foto: NASA

Foto: NASA

Nascido em Bauru, no interior de São Paulo, Pontes foi o primeiro brasileiro a viajar para o espaço. Há 10 anos ele saiu em uma missão para a Estação Espacial Internacional e fez história. Depois de se aventurar em uma espaçonave, além de dar palestras pelo país, o astronauta também apostou na carreira de autor e publicou três livros, o É Possível, sobre acreditar nos próprios sonhos, Missão Cumprida, autobiográfico, e O Menino do Espaço, voltado para o público infantil. Marcos Pontes também abriu uma agência especializada em turismo de aventura, a Agência Pontes. Os roteiros incluem um voo no caça MIG-29, passeios de carro blindado de combate e até mesmo voos suborbitais.

Foto: Flávia de Quadros/indicefoto.com

Foto: Flávia de Quadros/indicefoto.com

Qual foi a parte mais difícil de se preparar para a viagem à Estação Espacial Internacional?

O curso de 2 anos para ser qualificado como astronauta profissional e o treinamento posterior são extremamente exigentes. Temos que conhecer a fundo todos os sistemas. Eu sou especialista de missão, isto é, minha responsabilidade no espaço é montar, desmontar, consertar, configurar e operar todos os sistemas das espaçonaves, além de ser as mãos e os olhos dos cientistas no espaço.

Quais pertences pessoais você levou na bagagem para o espaço?

Cada cosmonauta, por tradição, pode levar 1 kg de pertences pessoais. Levei fotos da família e alguns objetos pessoais e de instituições.

Quais foram os efeitos do espaço que você sentiu no seu corpo?

O corpo sente muito a microgravidade. Demora três dias para se adaptar. Temos náuseas, desorientação, dores de cabeça, coriza, arritmias cardíacas, alteração de padrões de urina e fezes, desidratação, radiação, alterações no sistema imunológico, nos sistemas hormonal e cardiovascular. Pode dar também osteoporose, degeneração celular, câimbras, aumento de pressão ocular, estresse, ansiedade, redução da memória de curta duração etc.

Qual foi a maior lição que você aprendeu na NASA?

Não só na NASA, mas em toda a minha trajetória de vida, meu maior aprendizado que eu tento levar para as pessoas é que nunca desistam de seus sonhos, mesmos quando eles parecem impossíveis de conquistar. Minha mãe, Dona Zuleika, uma vez me disse uma frase que até hoje eu utilizo na minha vida: “você pode ser o que quiser na vida, basta que estude bastante, trabalhe, persista e sempre faça mais do que esperam de você”.

 E aqui na Terra, qual foi a viagem mais incrível que você já fez?

Oito dias do Fireball Run [competição televisionada de rally entre 40 equipes] pelos Estados Unidos em 2015.

Ver a Terra de longe fez com que você tivesse uma nova perspectiva em relação a viagens? Tem algum destino específico que você teve vontade de conhecer após a experiência?

Claro. Esse é um planeta único! Vemos muitas coisas lindas do espaço. Não sobra muito tempo de ter uma vida normal (com trabalho e horários) para ver tudo, mas gostaria de visitar Machu Picchu, no Peru.


Cafés e restaurantes em São Paulo para visitar durante o inverno
Comentários Comente

Marcio Moraes

Além das comidas típicas do inverno serem irresistíveis, nosso organismo gasta muito mais energia para se manter aquecido nessa estação, o que nos dá ainda mais fome. Não precisa de mais motivos para se jogar em passeios gastronômicos, certo?

Então fiz uma lista de cafés e restaurantes para você adicionar aos seus planos enquanto estiver frio. Cada um tem um diferencial que, com certeza, vai te convencer a visitar.

Vinho

Divulgação

Divulgação

Frio combina com vinho. Então que tal aproveitar o clima para experimentar vários rótulos diferentes? O Bardega, como diz o slogan, é uma adega que virou bar. O espaço, no Itaim Bibi, oferece 110 vinhos do mundo inteiro e, ao invés de comprar a garrafa, você pode degustar taças de 30, 60 ou 120mL. Além de experimentar uma maior variedade de vinhos, esse sistema te deixa provar a bebida antes de levar uma garrafa para casa.

Rua Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 218 – Itaim Bibi 

Chá

Divulgação

Divulgação

Nada como chá para esquentar de dentro para fora. O Teakettle é uma casa de chá bem charmosa, com jardim e decoração provençal na Chácara Santo Antônio. São mais de 150 opções de ervas orgânicas para infusão. Você também pode escolher o sabor de acordo com as propriedades terapêuticas de cada um, como o chá de flores para uma boa digestão, raízes para melhorar dores de cabeça ou folhas e caules para combater tosse e resfriado.

Rua Alexandre Dumas, 1049 – Chácara Santo Antônio

Fondue

Divulgação

Divulgação

Tem cardápio mais a cara do inverno do que fondue? Esta é justamente a especialidade do restaurante Hannover, em Moema, com sistema à la carte ou rodízio. A versão premium tem fondue de queijo, carnes e doces (desde chocolate a doce de leite e paçoquita). O espaço ainda apresenta uma novidade: um fondue mais saudável, sem lactose e glúten, rico em fibras e proteína. Batata doce, legumes e pão integral são alguns dos acompanhamentos do superfit.

Av. Cotovia, 445 – Moema

Sopa

Divulgação

Divulgação

Vale a pena marcar presença nas mesinhas do ambiente externo do restaurante O Pé de Manga, na Vila Madalena, sentar debaixo das mangueiras centenárias e experimentar o cardápio de inverno com caldos no pão italiano bola. Entre os itens do menu, eles têm cremes de mandioquinha com bacon, cebola escura com parmesão, palmito com champignon e abóbora com curry.

Arapiraca, 152 – Vila Madalena 

Lareira

Divulgação

Divulgação

O restaurante Cantaloup, no Itaim, já se destaca por misturar elementos da gastronomia de diversos cantos do mundo que, harmonizados, compõem uma culinária contemporânea. E a escolha dele para a lista é pela lareira, que traz charme e conforto ao jardim de inverno.

Manoel Guedes, 474 – Itaim Bibi 

Chocolate quente

Divulgação

Divulgação

Com mais de um endereço em São Paulo, o Chocolat du Jour é um destino perfeito para quem procura um chocolate quente diferenciado. O segredo está na fabricação própria: ele é feito com amêndoas de cacau cultivadas nas Fazendas Reunidas do Vale do Juliana, na Bahia. Se quiser, dá para comprar a mistura para fazer a bebida em casa.

Haddock Lobo, 1421 – Jardins / Shopping Iguatemi / Shopping Cidade Jardim / Shopping Pátio Higienópolis 

Cobertores

Divulgação

Divulgação

Quem não gosta de ficar debaixo das cobertas durante o inverno? O melhor é que você não precisa ficar em casa para isso. O Le Vin Bistro, nos Jardins, além de ter menu clássico francês, mantém a área externa agradável com cobertores e aquecedores elétricos.

Alameda Tietê, 184 – Jardins


Porto Maravilha: confira as atrações abertas na região revitalizada do Rio
Comentários Comente

Marcio Moraes

A região portuária do Rio de Janeiro teve um papel importante na construção da população e da identidade brasileira. Enquanto mais de 500 mil escravos africanos desembarcavam no Cais do Valongo, não muito longe dali, na Pedra do Sal, surgiam os primeiros afoxés, que deram início ao que conhecemos hoje como samba carioca. A partir de 1960, porém, com a mudança do porto para o bairro do Caju, a região ficou degradada.

A revitalização da zona portuária, impulso dado graças aos Jogos Olímpicos, é o maior projeto de reforma urbana do Brasil e transforma uma área equivalente a 600 campos de futebol em um complexo de arte, cultura e lazer. O Porto Maravilha reúne hotéis, torres residenciais, museus e centros de compras, cortados por um belo passeio público, a Orla Conde, e três ciclovias que unem o Aterro do Flamengo ao centro carioca. As obras, que começaram em 2011, têm previsão de término em 2026. Algumas atrações culturais, porém, estão abertas para os Jogos Rio 2016:

Museu do Amanhã

Foto: Bruno Bartholini

Foto: Bruno Bartholini

Grande símbolo do Porto Maravilha, o prédio projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava lembra as formas de um navio que, embora futurista, está em plena sintonia com o ambiente ao redor. O museu propõe uma interação entre ciência, arte, tecnologia e cultura de um jeito ousado e pioneiro, através de experiências sensoriais e interativas.

Centro Cultural José Bonifácio

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O prédio de 1877 abrigou a primeira escola pública da América Latina e hoje é o Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira. Seu uso é versátil e combina atividades acadêmicas, pedagógicas e artísticas sobre a influência da cultura africana no País.

Museu de Arte do Rio

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O MAR, na Praça Mauá, ocupa um prédio de 1916 tombado pela Prefeitura desde 2010. São oito salas de exposição voltadas para a cultura visual. Desde sua inauguração, em 2013, o museu dá cursos de formação para professores e programas comunitários.


De Barbie a Hot Wheels: os quartos temáticos mais divertidos do mundo
Comentários Comente

Marcio Moraes

Crianças acreditam em sonhos e fantasias. Querem fazer parte daquele desenho animado favorito, viajar para outros universos e viver em um mundo de magia em que acreditam piamente. Por isso, essa é a melhor época para levar seus filhos para lugares que completem o universo mágico que há em suas imaginações. Que criança apaixonada por princesas não se sentiria uma na suíte do castelo da Cinderela? Ou até mesmo um super-herói como o Batman em sua batcaverna?

Quartos temáticos são perfeitos para alimentar o universo lúdico infantil e fazer com que eles vivam os próprios sonhos e brincadeiras. Para te ajudar na tarefa de encontrar a hospedagem perfeita para os pequenos, separei várias opções divertidas que agradam até mesmo os adultos!

1. Hotel The Palm – Las Vegas: Barbie

Divulgação

Divulgação

A casa da Barbie existe também no mundo real! E tem paredes rosas, cama rosa, cortina rosa, poltrona rosa, closet rosa e até mesmo estátuas de poodle rosas. Para completar, há mais de 60 bonecas espalhadas pelos cômodos.

2. Hotel Porto Bay – Orlando: Personagens da Universal

Divulgação

Divulgação

A Universal é responsável por diversos personagens incríveis, como os Simpsons, Pica-Pau, Shrek, Popeye, Bob Esponja e por aí vai. Então já era de se esperar que os quartos temáticos do hotel Porto Bay em Orlando, que pertence ao grupo, seriam incríveis, certo? Olha que maravilhosos os quartos dos Minions e do Jurassic Park!

Divulgação

Divulgação

3. Grand Hi Lai Hotel – Taiwan: Hello Kitty

Divulgação

Divulgação

O quarto 1801 do Grand Hi Lai Hotel é um tanto diferente do resto do hotel, que tem um estilo bem clássico. Ao abrir a porta, o hóspede já se depara com um ambiente completamente cor de rosa e tomado de referências a Hello Kitty, como quadros e toalhas. Até mesmo o sofá e a cabeceira da cama têm o formato da personagem.

4. Hotel Maritim – Alemanha: Hot Wheels

Divulgação

Divulgação

Qualquer criança fã de carros ficaria louca com esse quarto (e até mesmo alguns adultos)! Além dos brinquedos espalhados pelo cômodo e toda a decoração inspirada no universo automobilístico, o dormitório do Hot Wheels tem um sistema acústico diferenciado para que os hóspedes possam brincar e fazer barulho até tarde.

5. Castelo do Magic Kingdom – Orlando: Cinderela

Divulgação

Divulgação

Sim, existe uma suíte especial dentro do castelo da Cinderela na Disney! O apartamento no parque Magic Kingdom é tão especial que para se hospedar nele só há uma maneira: ser sorteado em uma das promoções eventuais da Disney World.

6. Hotel The Eden – Taiwan: Batman

Divulgação

Divulgação

Já pensou em se hospedar na batcaverna? O The Eden levou o tema a sério ao montar essa suíte. As paredes imitam pedra, e o símbolo do Batman, literalmente, está por todos os lados, na cabeceira da cama, nos armários, no espelho e até mesmo no teto.

7. Hotel Sofitel Jequitimar – Guarujá: Pequeno Príncipe

Foto: Ana Paula Lopes

Foto: Ana Paula Lopes

O Pequeno Príncipe é super atemporal, agrada desde crianças a idosos. Pensando nisso, o Sofitel Jequitimar lançou um quarto todo inspirado no personagem principal. O dormitório tem pelúcias, brinquedos, móbiles com planetas e personagens do livro, e o melhor: camas em formato de avião.


Dicas para explorar Santiago em 24 horas
Comentários Comente

Marcio Moraes

Vai fazer uma viagem de negócios para Santiago ou uma escala na cidade e terá apenas um dia para passear? Pensando em situações como essas, prepararei um roteiro para quem quer aproveitar ao máximo a capital chilena em 24 horas.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Para começar bem, aprecie o belo café da manhã da Confiteria Torres, a segunda confeitaria mais antiga da América do Sul, no estilo da Colombo, no Rio de Janeiro. Os salões charmosos e bem conservados já foram frequentados por diversas personalidades, como o ex-presidente chileno Barros Luco. O lugar também é o ponto de largada perfeito para o dia, bem no centro da cidade.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Depois do café, explore a Plaza de Armas, marco zero do Chile, e Catedral Metropolitana de Santiago, uma construção incrível de 1748. Não deixe de ver múmias mais antigas que as egípcias no Museu Chileno de Arte Precolombino, com acervo de mais de 2.000 artefatos de índios nativos da América do Sul, antes da chegada de Cristóvão Colombo no continente. O Palacio de La Moneda e o Museo de Bellas Artes também ficam por perto, então mesmo que não dê para conhecer a fundo cada um deles, vale passar pelas construções para admirar as fachadas neoclássicas. Lembre-se que alguns museus organizam suas visitas com agendamentos prévios.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Quanto bater a fome de novo, não perca tempo e vá para o Mercado Central. Além de passear e conhecer a diversidade de produtos locais, a parada é famosa por seu caranguejo do pacífico, uma ótima opção para o almoço. Esta também é uma boa oportunidade para experimentar a tuna, fruta tradicional da família dos cactos.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Depois, em Bellavista, embarque em um funicular para subir o Cerro San Cristóbal. No topo da montanha, no santuário, aproveite para fotografar a vista de tirar o fôlego de toda a cidade com a Cordilheira dos Andes ao fundo. Além do morro, o bairro também abriga paredes coloridas, cheias de grafite, bares, restaurantes e a Casa Museo La Chascona, uma das três casas do poeta chileno Pablo Neruda. A visita guiada de 40 minutos precisa ser agendada com antecedência, mas vale a pena. Criativo e excêntrico, Neruda projetou seu lar para simular a sensação de se estar em um barco.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

À noite, fique pela região — movimentada e boêmia — e escolha um dos barzinhos com mesas na calçada para tomar alguns drinques. Termine a noite em um dos 25 restaurantes sofisticados do Pátio Bellavista ou, se não quiser fechar o roteiro depois do jantar, adentre a noite no ritmo das músicas latinas da Salsoteca Maestra Vida.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


Rio 2016: ainda dá tempo de comprar ingressos para as Olimpíadas
Comentários Comente

Marcio Moraes

Enquanto a Tocha Olímpica segue sua longa viagem de 95 dias pelo Brasil, passando por 329 cidades, como a pequena Ipameri, no sudeste goiano, e a cobiçada Fernando de Noronha, no nordeste brasileiro, os ingressos para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos se esgotam (mas ainda não acabaram). Depois das duas primeiras fases que, através de sorteio, venderam 1,9 milhão em um total de 7,5 milhões de ingressos, a compra online direta foi disponibilizada em 20 de outubro do ano passado e vai ficar aberta até o início do evento. As vendas presenciais, em bilheteria, começaram em março.

Foto: Claudio Lara

Foto: Claudio Lara

Nesta fase da compra pela internet, leva o ingresso quem fizer o pedido primeiro. E a organização continua a liberar, de tempos em tempos, ingressos de sessões superconcorridas, como abertura e encerramento do evento. Ao todo, são bilhetes para 518 sessões diferentes, com preços que agradam a todos os bolsos: cerca de um terço delas custa menos de R$ 70 e mais da metade até R$ 100. Cada torcedor tem direito a escolher de quatro a seis tíquetes em até seis sessões diferentes. Só não pode passar do limite total de compra de 120 ingressos — nem o tempo de 30 minutos online. E quem não conseguiu entrada para alguma modalidade específica deve continuar de olho no site do Comitê Organizador. Para a cerimônia de abertura no Maracanã, por exemplo, ainda estão disponíveis as de R$ 4.600 até o momento. Isso também pode mudar.

Foto: Agencia Brasil Fotografias

Foto: Agência Brasil Fotografias

De acordo com os bilhetes já vendidos, dá para perceber as preferências esportivas dos brasileiros. Vôlei de praia, por exemplo, faz mais sucesso no Nordeste. Paixão brasileira, o futebol continua encabeçando a lista dos prediletos nacionais, mas divide espaço com o voleibol. A ginástica artística está entre as modalidades preferidas em 10 estados: Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Tocantins, Mato Grosso, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Roraima, Rio Grande do Norte e Sergipe. E o basquete, tradição no interior paulista, fica entre os top 5 em 20 Estados do Brasil.

Foto: Agencia Brasil Fotografias

Foto: Agência Brasil Fotografias