Companhia de Viagem

Dez cidades da Flórida para escapar de Orlando
Comentários Comente

Marcio Moraes

Queridinho dos brasileiros, o estado da Flórida é mundialmente conhecido por ser casa da Disney World e de parques temáticos como o Epcot e o Magic Kindgom. Porém, saiba que o Sunshine State possui uma beleza que vai além da diversão na terra do Mickey. Com uma faixa litorânea que percorre mais de 1.700 km, o estado americano conta com praias, ilhas paradisíacas e paisagens fascinantes.

Embora em queda por conta da crise econômica, a quantidade de turistas brasileiros é alta: 1,47 milhão se aventuraram pela região em 2015, segundo relatório divulgado pelo escritório de turismo Visit Florida. Ao todo, 105 milhões de pessoas escolheram o estado como destino – um aumento de 6% em comparação com 2014.

De lugares conhecidos, como Miami, até tesouros mais distantes, como Pensacola, confira os detalhes de paraísos da Flórida que vão muito além de parques de diversões.

1. Key West, Monroe

KeyWest

Considerada um dos principais destinos para as férias de julho, a ilha de Key West é o ponto mais meridional dos Estados Unidos, ou seja, é o extremo sul do país. Para além de suas belezas naturais, características do arquipélago de Florida Keys, o destino proporciona uma vida noturna agitada aos visitantes. Não perca a animada Duval Street com suas lojas, bares e cafés.

2. South Beach/Miami, cerca de 400 km de Orlando

South Beach night life at Ocean Drive, Miami, USA

Assim como Key West, South Beach também conquista pela vida noturna – sobretudo em trechos como a Ocean Drive, Lincoln Road e Spañola Way. Com a maioria dos moradores é de origem latina, a atmosfera local se difere da maioria pelo ambiente regado a drinques como mojitos e tequilas (explique os drinques). Durante o dia, aproveite a praia local ou o histórico distrito de Art Déco, com uma arquitetura preservada e cheia de vida.

3. Fort Lauderdale, sudoeste da Flórida

Fort Lauderdale Beach, Florida

Menos badalada que a vizinha Miami, Fort Lauderdale é a porta de entrada e saída de enormes cruzeiros, que normalmente partem para o Caribe. Ainda que seja tranquila, a cidade é um famoso destino para as compras. Experimente a Las Olas Boulevard, comparada à rua Oscar Freire por turistas brasileiros. Aos apaixonados por automóveis, uma visita ao Fort Lauderdale Antique Car Museum é uma viagem no tempo com o acervo de carros antigos.

4. Siesta Key, Sarasota

Ao lado do Golfo do México, a ilha de Siesta Key é a estrela do condado de Sarasota. Além de ser um ótimo destino de férias de junho, verão estadunidense, a região esbanja simpatia com as águas azul-turquesa de seu litoral. Destaque para as famosas praias Siesta, Crescent e Turtle (foto). Para aqueles que não resistem aos esportes aquáticos, existem ótimas opções para o surfe e kitesurfe. Experimente também um incrível voo de parapente para sentir o espírito da Flórida nas alturas.

5.Bahia Honda, Monroe

Bahia Honda landscape

Esqueça nosso estado baiano. Na Bahia dos Estados Unidos, o espírito caribenho conquista aqueles que passam pelo arquipélago de Florida Keys. Localizada no trajeto entre Miami e Key West, a região abriga um parque e é cercada pela mata preservada. É um destino muito popular para passeios em família: existem áreas para piquenique e camping.

6. Saint Petersburg, oeste da Flórida

Benchandwishtree

Ao contrário da gelada cidade russa com o mesmo nome, a St. Petersburg estadunidense é quente como o verão do Sunshine State. Para aqueles que estão próximos ao Bush Gardens, famoso parque das montanhas-russas radicais, vale a pena dar uma esticadinha para a região, que é casa de lindas praias – e muita cultura. Destaque para o museu Salvador Dalí, com a maior coleção do pintor catalão fora da Espanha.

7. Naples, aproximadamente 300 km de Orlando

Naples, Florida

Debruçada sobre o Golfo do México, Naples é bastante conhecida pelas compras. No centro histórico da cidade, inúmeras galerias de arte e lojas de roupas luxuosas esbanjam elegância em vias como a Third Street e a Fifth Avenue South. Como falamos de Flórida, as praias também não devem ser descartadas. Uma boa dica é apreciar o belíssimo pôr-do-sol no píer da cidade ou então descansar em um passeio pelo Jardim Botânico – que homenageia o paisagista brasileiro Burle Marx em um de seus espaços.

8. Daytona Beach, a 112 km de Orlando

Daytona Beach

Você já conhece Daytona pelo circuito oval em que é disputada a Stock Car estadunidense, competição automobilística controlada pela NASCAR. Porém, a cidade vai muito além das opções para os fãs de velocidade. Quem adora diversão pode se aventurar no Boardwalk Amusements, um parque ao lado da praia com atrações que iluminam toda a região. Uma ótima alternativa para escapar do complexo da Disney, em Orlando. Um pouco mais afastado, o mirante Ponce de León proporciona uma vista incrível de Daytona – além de um museu dos antigos moradores.

9. Panama City Beach, noroeste da Flórida

Panama Beach, Florida

Entre fevereiro e abril, o Spring Break, período que anuncia a chegada da primavera e as mini-férias nas universidades e escolas, desembarca na Panama City Beach junto com centenas de universitários. Fora dessa época, a paz reina nas águas azul-turquesa que cobrem todo o litoral. Nesse caso, o Píer Park se destaca como o point da cidade, com suas lojinhas e restaurantes no melhor estilo do Sunshine State: ao ar livre.

10. Pensacola, Escambia

Pensacola Beach

Pouco mais de 300 km separam Pensacola de Nova Orleans, cidade mais populosa do estado de Lousiana. Porém, o litoral com praias estonteantes nos dá certeza de que ainda estamos no vibrante estado da Flórida. Além das águas com tons esmeralda, a cidade é parada obrigatória para aqueles que são apaixonados por aviação. Ali está, por exemplo, o Museu Nacional da Aviação Naval, com entrada gratuita e uma quantidade de aeronaves impressionante – mais de 150 modelos restaurados.


Viaje pelos tesouros de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos
Comentários Comente

Marcio Moraes

Às margens do Golfo Pérsico, o coração cultural dos Emirados Árabes Unidos está cercada por praias e reservas naturais. Logo no desembarque do moderno Aeroporto Internacional de Abu Dhabi, o passeio pode começar pela ampla avenida costeira Corniche, que proporciona parte do entretenimento com áreas infantis, faixas de pedestres e ciclistas, bares, cafés e restaurantes. Uma maneira divertida e saudável de visita-la é alugando um bicicleta, existem estações por toda via. As praias têm excelente infraestrutura e ficam lotadas aos fins de semana.

Divulgação

Divulgação

A Grande Mesquita Sheik Zayed é a parada obrigatória, uma construção imponente que atrai cada dia mais adoradores. O cartão de visitas audacioso é todo pavimentado com mármore floral de 28 países. Sob os seus pés se espalha o maior tapete do mundo, feito por um time de 1200 tecelões de tapetes persas.

Divulgação

Divulgação

Aberta ao público apenas em 2007, a obra custou cerca de R$ 1 bilhão e tem capacidade para aproximadamente 40 mil pessoas, se considerado o pátio externo. A principal sala de oração abriga nove mil pessoas e duas salas adjacentes recebem 1500 cada, designadas apenas às mulheres. São 22.412 metros quadrados que começaram a ser construídos em 1996, tornando a mesquita a oitava maior do mundo e a maior dos EAU.

Divulgação

Divulgação

Os detalhes são preciosos e as paredes de mármore das salas internas possuem desenhos em várias cores, formando jardim de flores em relevo. As visitas são autorizadas todos os dias pela manhã, exceto sexta-feira, quando é reservada aos muçulmanos. É importante prestar atenção às regras de vestimenta. A maneira mais fácil é pegar emprestados os trajes islâmicos que ficam à disposição logo na entrada, tanto para homens quanto para mulheres. À noite, a iluminação artificial simula as fases da lua, tornando esta obra-prima ainda mais fascinante.

Divulgação

Divulgação

Outra construção imponente é o Emirates Palace, um luxuoso hotel e residência oficial do Sheik Khalifa, atual presidente dos Emirados Árabes Unidos e emir de Abu Dhabi. Com 362 suítes, custou US$3 bilhões e é considerado um dos mais caros do mundo. Possui praia privativa, quadras de tênis, SPA e anfiteatro, que abriga o Dhabi Film Festival. Há opções de restaurantes de culinárias diversas e um de comida árabe utilizado pelo Sheik em seus jantares. Ele vive na parte reservada onde estão também suas sete mulheres, filhos e sua corte.

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

A ilha artificial Yas abriga o Circuito Yas Marina, inaugurado em 2009 para sediar o mundial de Fórmula 1. Após dois anos de planejamento e connstrução intensiva, que envolveu 14 mil funcionários, a instalação versátil abriu suas portas a um público cativado. Considerado um dos mais avançados tecnologicamente do mundo, o circuito incentiva o crescimento da cultura esportiva nos Emirado Àrabes Unidos e tem a meta de tornar-se o centro de excelência para automobilismo no Oriente Médio. Na pista onde acontecem as corridas, pode-se fazer um “teste drive” conduzido por um piloto profissional.

Foto: f1destinations

Foto: f1destinations

Em Yas também está o parque temático Ferrari World. A montadora investiu alto para proporcionar um fantástico passeio aos fãs. A grande diversão é a montanha russa mais rápida do mundo, a Formula Rossa, que atinge a velocidade de 240 km/h em menos de cinco segundos e recria a experiência de um cockpit de Fórmula 1.

Divulgação

Divulgação


Dez destinos incríveis para levar as crianças
Comentários Comente

Marcio Moraes

Conhecer o mundo é um privilégio. Através dos olhos de uma criança, então, pode ser ainda mais divertido. Muitos são os parques voltados a esse público, e é cada vez maior a procura por hospedagens que ofereçam espaços e atividades exclusivas para famílias. Por que, então, não aproveitar e se divertir ao lado dos pequenos?

Listamos aqui dez destinos para curtir as festas em grande estilo e com muita diversão.

10. Mavsa Resort, Convention & SPA – Cesário Lange, Brasil

Divulgação

Divulgação

No interior do Estado de São Paulo, o complexo é um verdadeiro refúgio para famílias em busca de descanso, charme e diversão. O diferencial está na área de lazer própria com parque aquático composta por toboágua, piscinas climatizadas e lagos, além de quadras para esportes, o minizoológico Ybycaazoara, os personagens da Turma da Sabrina e muitas outras atividades com equipe de recreação especializada, como arco e flecha ou a sala de jogos da Cidade dos Sonhos – espaço que abriga cinema, castelo, entre outras atrações.

9. Snowmass – Aspen, Estados Unidos

Divulgação

Divulgação

Localizo no complexo Aspen/Snowmass, este resort de inverno possui 12 km² de pistas de gelo. Abrigado em uma montanha a 3.813 metros de altura, o espaço também é cenário para o ski lift vertical mais longo do país. Mas não se engane, o local possui uma forte intraestrutura voltada para o público infantil. Entre as atrações estão o Treehouse Adventure Center com salas temáticas, programas de aulas e equipe de atendimento até para bebês; o novo The Hideout, em Buttermilk, que oferece atividades na montanha; o Snow Tubing para crianças; e ainda trenós que servem de transporte até o restaurante Krabloonik.

8. Soneva Kiri – Koh Kood, Tailândia

Divulgação

Divulgação

Uma experiência tipicamente tailandesa a apenas uma hora de voo de Bangcoc. O resort Soneva Kiri é uma imersão ao estilo de vida da região. Com o conceito Slow Life, que sustenta preceitos como a sustentabilidade, bem-estar, inspiração e diversão, o espaço é repleto de serviços relaxante, como spa e atividades marinhas. O destaque, entretanto, fica por conta do The Den e The Eco Den, espaõs construídos em árvores para crianças de 1 a 12 anos, onde é possível desfrutar de jogos, música, biblioteca, entre outras opções de lazer infantil.

7. Europa Park – Rust, Alemanha

Divulgação

Divulgação

Inaugurado em 1975, o Europa Park foi concebido pela família Mack, tradicionais construtores de montanhas-russas da Europa. A ideia surgiu após uma viagem de Franz Mack aos Estados Unidos, e se tornou até hoje um grande sucesso alemão. O parque representa diversos países europeus, como Rússia, Espanha e Portugal, entre outros, todos com arquitetura, culinária e brinquedos típicos. Entre as atrações principais estão castelos encantados, brinquedos aquáticos e, claro, muitas montanhas-russas.

6. Ferrari World – Abu Dhabi, Emirados Árabes

Divulgação

Divulgação

Não são necessários muitos motivos para ir a Abu Dhabi, que nos últimos anos entrou de vez no roteito dos destinos mais interessantes e luxuosos do mundo. Em 2010, porém, o Ferrari World foi inaugurado próximo ao circuito de Fórmula 1 da cidade, o Yas Marina. Com 86 mil m² de diversão, o parque oferece muitas atrações a bordo do carro esportivo, como as montanhas-russas Fórmula Rossa, Scuderia Challenge e Fiorano GT Challenge.

5. PortAventura Resort – Tarragona, Espanha

Divulgação

Divulgação

A aproximadamente uma hora de Barcelona, ainda na Catalunha, Tarragona abriga um dos maiores parques temáticos da Europa, o PortAventura Resort. Opção para as férias na companhia da família inteira, o complexo oferece atrações para todas as idades, divididas em seis mundos diferentes: Mediterrânea, Far West, Polynesia, China, México e SésamoAventura. Tudo isso além do Costa Caribe Aquatic Park, com 50 mil m² de extensão, e brinquedos para ninguém ficar parado, como tobogãs, piscinas de borda infinita e praias artificiais.

4. Wisconsin Dells – Wisconsin Dells, Estados Unidos

Divulgação

Divulgação

Já imaginou uma cidade inteira como um grande centro de diversões? Pois Wisconsin Dells é quase isso. Conhecida como a Capital Mundial dos Parques Aquáticos, a cidade possui quatro parques independentes: o Chula Vista Resort, Kalahari Resort, Mt. Olympus Theme Park e o Noah’s Ark. Além desses, porém, quase todos hotéis e resorts do local possuem suas próprias atrações, como o Delton Grand Resort & Spa ou o Sundara Inn & Spa, que além de acomodações luxuosas, contam também com piscinas e serviços de relaxamento como massagens, tratamentos estéticos e meditação.

3. Atlantis – Paradise Island, Bahamas

Divulgação

Divulgação

Um paraíso de águas turquesas e areias brancas. Assim são as Bahamas, um país cuja ilha Paradise já foi cenário de grandes títulos do cinema, como 007 e Piratas do Caribe. É ali também o local perfeito para o imponente e completo resort Atlantis, que recria a cidade perdida de Atlântida em tamanho, estilo e fantasia. Entre as atividades oferecidas, as aventuras aquáticas merecem destaque com excursões de snorkel por ruínas submersas, mergulho com tubarões, interação com golfinhos, praias e muito mais, além do parque Adventure com toboáguas de alta velocidade e piscinas.

2. Resorts World Sentosa – Sentosa, Cingapura

Divulgação

Divulgação

A cidade-Estado Cingapura, ou Singapura, está ao sul da Península Malaia. Ali, Sentosa significa paz e tranquilidade na língua local, denominações perfeitas para uma das ilhas mais requisitadas do país por ser um destino repleto de atrações temáticas e grandes resorts, como o Resorts World Sendosa. Inaugurado em 2010, o complexo abriga o parque Universal Studios Singapore e o Marine Life Park, que possui um dos maiores aquários do mundo.

1. Walt Disney World Resort – Flórida, Estados Unidos

Divulgação

Divulgação

Conhecer a Disney é o sonho de qualquer pessoa – em qualquer idade. Não é para menos, já que o império criado por Walt Disney é uma das maiores referências de entretenimento do mundo. No universo em que os aifitriões são tão fantasiosos quanto suas histórias, a terra da Minnie e do Mickey não apenas cria contos de fadas, mas os recria nos seus quatro parques temáticos: Magic Kingdom, Epcot, Animal Kingdom e Estúdios Hollywood.


Por dentro de um dos melhores hotéis de Lisboa
Comentários Comente

Marcio Moraes

Em 22 de abril de 1500, caravelas portuguesas lideradas por Pedro Álvares Cabral desembarcaram no litoral sul do atual estado da Bahia e descobriram o nosso querido Brasil. Pouco mais de 516 anos depois, somos nós que exploramos a terra dos nossos colonizadores – e encontramos dicas valiosas em solo lusitano.

Divulgação

Divulgação

Na capital portuguesa, Lisboa, descobrimos os melhores tesouros. Especificamente na freguesia das Avenidas Novas, o hotel Ritz Four Seasons Lisboa é um verdadeiro mosaico da cultura lisboeta. O edifício, situado em um dos sete morros da cidade, é símbolo de sofisticação em todo o país. Projetado em 1952, o empreendimento só foi inaugurado sete anos depois, ainda sob o nome de Hotel Ritz. Em 1998, ele passou para o controle da rede canadense, Four Seasons, e se colocou como uma das referências na hotelaria lusitana.

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Cada um dos 242 quartos e 40 suítes proporciona uma vista histórica do centro de Lisboa. Pelas varandas privativas, é possível compor um cenário que reúne o Parque Eduardo VII, o Castelo de S. Jorge, a ponte 25 de Abril e o belíssimo rio Tejo, que percorre toda a encosta do país. A decoração dos dormitórios – assim como todas as áreas do hotel – é inspirada no Art Déco e no estilo Luis XVI.

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Pelos corredores, obras de arte contemporâneas portuguesas são expostas aos olhos dos hóspedes, que encontram exemplares de pinturas e esculturas das maiores coleções de arte privadas do país. Porém, são nos serviços e comodidades que o Ritz Four Seasons Lisboa se destaca. É possível, por exemplo, praticar exercícios físicos no terraço, onde uma pista de corrida propicia uma vista fantástica do centro histórico da capital lusitana.

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Para relaxar, o Spa Ritz é extremamente convidativo. Aberto em 2003, o espaço já foi eleito o melhor de Lisboa pelo jornal britânico The Telegraph e proporciona uma experiência sensorial completa. Além das massagens personalizadas à luz de velas, promoções sazonais agitam o spa em determinadas épocas do ano. Entre abril e junho, por exemplo, o hotel recebe os tratamentos tailandeses do Four Seasons Resort Koh Samui, com massagens feitas com sal do Himalaia, extraído dos pés da cordilheira, e outros exercícios para recuperar músculos lesionados e aliviar a tensão.

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Por fim, os espaços gastronômicos proporcionam uma verdadeira viagem pela culinária lusitana. O hóspede pode escolher tomar um delicioso café da manhã com vista para o Parque Eduardo VII ou então aproveitar o Ritz Bar para saborear petiscos como o presunto pata negra e pastéis de bacalhau. Porém, o restaurante Varanda é o carro-chefe. Comandada pelo chef francês Pascal Meynard, que já passou por estrelados Michelin, a cozinha oferece no cardápio opções como caldeirada e cataplana – pratos das regiões de Grande Porto e Algarve, respectivamente.

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Foto: © Four Seasons

Seja pela gastronomia refinada, pelas obras de arte contemporânea ou pelo sofisticado spa, o Ritz Four Seasons Lisboa atende todas as expectativas


Abaixo de zero: Apaixone-se pela natureza selvagem do Alasca
Comentários Comente

Marcio Moraes

Ela é a terra dos ursos polares e baleias orcas. Na verdade, ali existem mais geleiras que pessoas. E olha que não falamos de pouca coisa. Trata-se do maior litoral dos Estados Unidos e um verdadeiro paraíso de recursos naturais. Embarque comigo nessa experiência abaixo de zero pelo território do Alasca!

Divulgação

Divulgação

Nossa imaginação leva a um lugar inóspito, habitado por esquimós, coberto de gelo e neve por todos os lados e castigado pelas baixas temperaturas. Porém, sua área de 1,7 milhão de km² esconde riquezas e diversidade de ecossistemas – sobretudo em sua capital, Anchorage.

Divulgação

Divulgação

Com seus mais de 292 mil habitantes, Anchorage  tem mais de 41% de toda população do Estado. Um lugar com todos os luxos de uma grande cidade e a poucos quilômetros de uma imensa área natural que oferece trekking, caminhada no gelo, caiaque e toda a variedade de atividades de aventura.

Divulgação

Divulgação

A cidade também serve de base para dois interessantes passeios de barco ao sul: Prince William Sound, que, além de animais, proporciona a visão incrível das geleiras; e o Kenai Fjords, com suas muitas ilhotas. Além disso, Anchorage conta também com diversos parques, entre os quais se destaca o Denali National Park, que apresenta belíssimas paisagens e oportunidades de apreciar o comportamento de rebanhos de caribus, alces e outros animais selvagens.

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Ainda que seja a mais populosa, Anchorage não é a capital. Na verdade, a maior cidade do Estado é Juneau, onde fica a atração mais visitada do Alasca: o Glaciar Mendenhall. Trata-se do único acessível por terra e com um amplo centro de visitantes. De um helicóptero, é possível observar os centros de treinamentos dos cachorros que fazem a famosa corrida anual Iditarod.

Divulgação

Divulgação

Porém, é no Glacier Bay National Park onde a natureza selvagem do Estado atinge a perfeição. E uma experiência e tanto ver um enorme pedaço de gelo despencar do alto da geleira e deslocar (MUITA) água. Em College Fjords, a prova do quanto intenso o cenário do Alasca pode ser. Em meio a tantas geleiras, a maior de todas, Harvard, exibe-se com seus 225 metros abaixo da linha do mar.

Divulgação

Divulgação

Preparado para uma experiência selvagem abaixo de zero?


Roteiro segue os passos da banda pop sueca ABBA
Comentários Comente

Marcio Moraes

Quando Benny Andersson, Anni-Frid Frida, Björn Ulvaeus e Agnetha Fältskog iniciaram um grupo musical, eles nem imaginavam que se tornariam um fenômeno da Era da Discoteca, no anos 70. Formado em 1972, o ABBA ganhou o mundo com faixas como Dancing Queen, I Have a Dream e Mamma Mia e, atualmente, possui até museu e restaurante temático. Com raízes em Estocolmo, capital da Suécia, o quarteto conquistou o público, colecionou prêmios, e se consagrou como a banda que mais vendeu discos na década de 1970. Apesar do término, em 1982, o legado do conjunto ainda é visto nos tempos atuais.

Foto: Pål-Allan

Foto: Pål-Allan

Das letras que trazem história às melodias pop do ABBA, surgiu um musical e, posteriormente, um filme. Em 1999, o Mamma Mia! encantou as plateias nos palcos londrinos com um enredo costurado pela britânica Catherine Johnson, que fazia alusão às líricas de Benny e Björn, integrantes do grupo. O sucesso do espetáculo foi tanto que atraiu, ao longo de sua existência, mais de 42 milhões de espectadores ao redor do mundo. E deu oportunidade para que o enredo deixasse o teatro para ganhar as telonas.

Divulgação

Divulgação

Assim, a Universal Pictures lançou, em 2008, o filme Mamma Mia!, com Meryl Streep, Pierce Brosnan e Amanda Seyfried. O êxito da produção reflete nos números: a obra, dirigida por Phyllida Lloyd, arrecadou cerca de U$600 milhões na bilheteria mundial. Durante a trama, a protagonista Donna (Meryl Streep) procura o verdadeiro pai de sua filha, Sophie (Amanda Seyfried) e possui três candidatos – e velhos amores: Pierce Brosnan, Colin Firth e Stellan Skarsgard. A história se apoia nas belezas da Grécia, que possui um litoral com quase 16 mil quilômetros – clique aqui para saber mais das praias gregas. Apesar da ilha de Kalokairi, sugerida no filme, não existir, as gravações foram feitas nas belíssimas Skopelos e Skiathos, ambas no arquipélago de Espórades.

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

E, para provar a imortalidade da banda pop, em janeiro desse ano o restaurante Mamma Mia! The Party abriu as portas na cidade-natal do grupo, com uma proposta que mistura cozinha mediterrânea e entretenimento. Inspirado no musical Mamma Mia!, o estabelecimento conta com apresentações noturnas de uma banda cover do ABBA e comporta 450 pessoas. O preço individual para participar da festa, com jantar incluído, é R$ 580,00. Ele está localizado no Tyrol, um enorme complexo de restaurantes próximo ao parque de diversão Gröna Lund, na zona central da capital sueca.

Foto: Mats Backer

Foto: Mats Backer

Foto: Mats Backer

Foto: Mats Backer

Com uma jornada que durou dez anos, o ABBA colecionou histórias. Muito além de filmes, musicais e restaurantes, o conjunto sueco precisava de um lugar para guardar todas as memórias. Desde 2013, o Museu do ABBA, em Estocolmo, se compromete a recordar os melhores momentos da banda com trajes, discos de ouro e itens originais dos integrantes. Sob a premissa de tornar o visitante o quinto membro do grupo, o espaço proporciona uma viagem no tempo com a reprodução perfeita do Pollar Studio, onde as canções que embalaram uma geração foram gravadas. Outras áreas incluem guias de áudio com depoimento de membros, roupas utilizadas em shows e uma réplica do helicóptero que ilustra a capa do disco Arrival, de 1976.

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Preparado para um roteiro que segue os passos do fenômeno da Era da Discoteca?


Confira os detalhes do futurista Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro
Comentários Comente

Marcio Moraes

Impulsionada pelos Jogos Olímpicos, a revitalização da zona portuária do Rio de Janeiro é o maior projeto de reforma urbana do País. O Museu do Amanhã é o grande símbolo do Porto Maravilha e se tornou o ícone de um enorme complexo de arte, cultura e lazer.

Foto: Bruno Bartholini

Foto: Bruno Bartholini

Erguido em um píer da Baía de Guanabara, o prédio projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava lembra as formas de um navio que, embora futurista, está em plena sintonia com o ambiente ao redor. A obra proporciona uma interação entre ciência, arte, tecnologia e cultura de uma maneira ousada e pioneira, através de experiências sensoriais e interativas.

Divulgação

Divulgação

A reestruturação de uma importante área dá novo significado à cidade. No passado, a região portuária do Rio de Janeiro teve um importante papel na construção da população e da identidade brasileira. . Enquanto mais de 500 mil escravos africanos desembarcavam no Cais do Valongo, não muito longe dali, na Pedra do Sal, surgiam os primeiros afoxés, que deram início ao que conhecemos hoje como samba carioca. A partir de 1960, porém, com a mudança do porto para o bairro do Caju, a região tornou-se um local degradado.

Divulgação

Divulgação

Erguido em uma parceria da prefeitura do Rio e da Fundação Roberto Marinho, o prédio custou R$ 308 milhões e disponibiliza seus ingressos por R$10,00. Às terças-feiras, a entrada é gratuita. Recentemente, o Museu iniciou as vendas online dos ingressos para acabar com as longas filas na Zona Portuária. Assim, é possível agendar o horário e realizar a compra por meio do site: www.museudoamanha.org.br.

Divulgação

Divulgação

Como estive no Rio de Janeiro há poucos dias, pude conferir um pouco mais sobre essa obra magnífica, que conta com a mais alta tecnologia em seu interior.

Olha só!


Descubra uma pérola escondida no meio do Leste Europeu
Comentários Comente

Marcio Moraes

Na lista dos mais badalados destinos turísticos do Mediterrâneo, o litoral da Croácia é uma verdadeira joia. Separada pelo Mar Adriático, o país possui 1.185 ilhas – das quais apenas 66 são habitadas. Entre elas, a cidade de Dubrovnik, que foi um dos palcos da Guerra de Independência croata de 1991 a 1995, se tornou modelo de hospitalidade e turismo no Leste Europeu.

Divulgação

Divulgação

Tudo começa nos 20 quilômetros do Aeroporto de Dubrovnik até o município. A vista é composta por imponentes paredões à beira-mar, que guiam quem chega aos 1.940 metros de muralhas que rodeiam o cento histórico, conhecido como Cidade Velha. Não a toa, o destino está entre os patrimônios mundiais da Unesco, desde 1979.

Divulgação

Divulgação

Dentro dessas imensas paredes, no entanto, não são permitidos veículos motorizados. Mas isso não importa. O coração da cidade pulsa por trás desses muros e é impossível não se empolgar. A rua Stradun leva milhares de turistas a diversos atrativos e tornou-se ponto de encontro para as grandes comemorações locais, como o Festival de Verão, o Carnaval de fevereiro, os concertos das festas de fim de ano e muitos outros.

Divulgação

Divulgação

Visitar Dubrovnik sem conhecer suas igrejas, contudo, é como perder a viagem. A Igreja de Saint Blaise é um desses passeios imperdíveis. Erguido em 1715, no estilo barroco, o edifício é dedicado ao patrono da cidade, que deu o nome à basílica. Outras opções são a Igreja de Saint Saviour, um exemplar da época renascentista, a Catedral da Assunção da Virgem Maria e a gótica Igreja de Saint Dominic.

Divulgação

Divulgação

Mas se o intuito for aproveitar a bela paisagem que o destino tem a oferecer de uma só vez, o Teleférico Dubrovnik é o passeio certo. Do alto, é possível conhecer toda a Cidade Velha e avistar paisagens de tirar o fôlego. Não há dúvida, Dubrovnik é um desses destinos que merecem ser descobertos.

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Forte abraço!

 


Conheça os 10 lagos mais fascinantes do mundo
Comentários 2

Marcio Moraes

Águas coloridas, cristalinas, cheias de peixes ou em crateras de vulcões. Lagos podem não ser destinos tão populares quanto praias e cachoeiras, mas com certeza são tão bonitos quanto.

Segundo uma pesquisa da Universidade de Uppsala (Suécia), existem cerca de 117 milhões de lagos no mundo, que equivalem a aproximadamente 4% da superfície da Terra. Então, quem busca conhecer todas as belezas da natureza simplesmente não pode deixá-los de lado!

Preparei uma lista com 10 lagos incríveis e seus diferenciais que, certamente, farão você ter vontade de conferir de perto!

1. Miscanti, Chile – Localizado no deserto do Atacama, o Miscanti é rodeado por vulcões.

Divulgação

Divulgação

2. Torrevieja, Espanha – Este lago é famoso pela concentração de sal que muda a coloração da água, deixando-a rosa.

Divulgação

Divulgação

3. Tekapo, Nova Zelândia – Entre novembro e fevereiro, as bordas desse lago são coloridas por Lupins, uma flor exótica da região.

Divulgação

Divulgação

4. Lençóis Maranhenses, Brasil – Em meio às dunas, que tal fazer uma parada para mergulhar em um dos lagos?

Divulgação

Divulgação

5. Malawi, República do Malawi – Um lago lotado de peixes! Só da família dos ciclídeos, mais de 400 espécies vivem ali. Para você ter ideia, no Brasil inteiro há apenas 81 espécies desta família.

Malawi-lake

Divulgação

6. Bacalar, México – O fundo de calcário branco ressalta vários tons de azul turquesa nas águas do Bacalar.

Divulgação

Divulgação

7. Como, Itália – Este lago liga várias cidadezinhas charmosas da Itália, como Bellagio e Varenna.

Divugação

Divugação

8. Bachsee, Suíça – Um dos cenários mais famosos da Suíça. As águas ainda refletem as montanhas cobertas de neve que as rodeiam.

Divulgação

Divulgação

9. Plitvice, Croácia – Conhecido por suas cascatas e vegetações, o Plitvice é considerado pela Unesco um dos Patrimônios da Humanidade desde 1979.

Divulgação

Divulgação

10. Powell, Estados Unidos – Este lago artificial foi criado para ser um dos maiores reservatórios de água dos Estados Unidos.

Divulgação

Divulgação

 


Dubai é a capital dos parques de diversões
Comentários Comente

Marcio Moraes

Esqueça a cidade de Orlando, nos Estados Unidos. Aos poucos, Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, vai substituindo a terra do Mickey como a capital da diversão. Considerada uma das joias do Golfo Pérsico pela sofisticação de seus arranha-céus, o destino mais populoso do país árabe está prestes a inaugurar parques temáticos da Marvel, marca responsável por personagens como Iron Man e Capitão América, e da emissora infantil Cartoon Network.

Projetos focados no mercado do entretenimento caíram como uma luva na região. Junto a quantias milionárias, o emirado do Sheikh Mohammed  demonstra um grande potencial para agradar apaixonados por montanhas-russas, parques aquáticos e estações de esqui. Por trás do alto investimento, o emirado busca a fórmula para transformar Dubai em referência mundial de diversão. Afinal, ambição é o que não falta para um destino que ostenta tantos grandes feitos.

1. Aquaventure Waterpark at Atlantis The Palm

Foto: Aquaventure Waterpark at Atlantis The Palm

Foto: Aquaventure Waterpark at Atlantis The Palm

Como as temperaturas facilmente ultrapassam a marca dos 40ºC, um parque aquático parece ser a melhor solução. Conhecido como um gigante complexo de diversão, o Aquaventure dispõe de 75 milhões de litros de água em um espaço com diversas atrações. Destaque para os toboáguas Power Tower (36 m) e The Abyss (60m), além de um passeio de boia que percorre 1,6 km de tubos subaquáticos, ondas e corredeiras. O preço do ingresso gira em torno de R$ 250,00 enquanto que, para hóspedes do hotel 5 estrelas Atlantis, a entrada é gratuita.

2. Ski Dubai

Divulgação

Divulgação

Quem diria que é possível esquiar na neve em pleno deserto da Arábia? Localizado dentro de um shopping center chamado Mall of the Emirates, o Ski Dubai é uma das maiores estações de esqui indoor do mundo. A neve se espalha por mais de 22 mil m² em cinco pistas de diferentes níveis de dificuldade. Aproveite também uma área de estilo livre, ideal para praticar snowboard e deslizar colinas com boia ou tobogã. As temperaturas abaixo de zero permitem até mesmo encontros marcados com pinguins, que acontecem várias vezes ao dia. O preço do ticket começa em R$ 250,00 e pode chegar a R$ 480,00 – ingresso que dá direito até mesmo às aulas.

3. Wild Wadi Water Park

Foto: Wild Wadi Water Park

Foto: Wild Wadi Water Park

Aos pés do Jumeirah Beach Hotel, outro parque aquático confere uma viagem refrescante ao emirado de Dubai. Desenhado sob a temática de Juha, personagem muito conhecido na cultura árabe, o Wild Wadi oferece 30 atrações aos visitantes. Em uma delas, Flood River, você enfrenta quedas inesperadas e fortes corredeiras. Já no Jumeirah Sceirah, uma enorme torre proporciona uma vista espetacular do complexo (32 m). Claro, a descida em uma velocidade de 80 km/h é consequência.  Para usufruir do parque, é necessário desembolsar cerca de R$ 260,00.

O que vem por aí! 

4. Dubai Parks & Resorts

Foto: LEGOLAND®

Foto: LEGOLAND®

Com previsão para inauguração em outubro de 2016, esse gigante complexo contempla seis espaços diferentes. O principal deles, Motiongate, foi feito em parceria com os estúdios DreamWorks Animation, Sony Pictures Studios e Lionsgate. Já o Bollywood será o primeiro parque temático no estilo do cinema indiano. O LEGOLAND e o LEGOLAND Water Park expandem o leque da franquia inspirada nas famosas peças coloridas. Para uma experiência de sentidos, o Riverland proporciona uma viagem de ambientes e gastronomia pelo mundo. Por fim, o Lapita Hotel Dubai torna possível a visita ao Dubai Parks & Resorts sem precisar sair do espaço. O preço para a construção deste complexo? Algo em torno de R$ 950 milhões!

5. IMG Worlds of Adventure

Divulgação

Divulgação

Esse é para apaixonados pelo gigantesco universo da Marvel, marca consagrada pelas HQ´s das sagas X-Men, Liga da Justiça e Homem Aranha, entre outras. Previsto para inaugurar em agosto de 2016, o IMG Worlds of Adventure, projeto de cerca de R$ 3 bilhões, será o maior parque indoor do mundo. Estão previstos quatro espaços: Marvel, Cartoon Network, Lost Valley Dinossaur Adventure e IMG Boulevard. Além de atrações centradas nos super-heróis dos quadrinhos, o visitante poderá se divertir com dinossauros gigantes e vários personagens do canal infantil Cartoon Network, como, por exemplo, as Meninas Superpoderosas. Para se ter uma ideia, o complexo terá o tamanho equivalente a 26 campos de futebol. O preço dos tickets já está definido: R$ 287,00.