menu
Topo
Blog do Marcio Moraes

Blog do Marcio Moraes

Histórico

Vai à Paris no Feriado de Corpus Christi? Confira 5 passeios imperdíveis

Marcio Moraes

30/05/2018 08h00

"Paris é sempre uma boa ideia", disse, um dia, a famosa atriz britânica Audrey Hepburn. E nós, do Companhia de Viagem, que já estivemos na cidade e preparamos um Guia  sobre um dos destinos mais famosos do mundo, concordamos em gênero, número e grau.

A Cidade Luz, como é conhecida, é capaz de surpreender sempre, seja você um habitué local (viajante frequente) ou esteja visitando-a pela primeira vez. Um grande centro repleto de opções para todas as idades e gostos, rico em história, cultura, cheio de bairros vibrantes, cartões-postais mundialmente conhecidos, bons restaurantes, centros de compras e muito mais.

Pensando naqueles que estão de passagens compradas, planejando passar o feriado de Corspus Crysti na capital francesa, elaboramos este resumo com uma série de dicas importantes com passeios que fogem do clichê parisiense. Para aqueles que já conhecem o destino na palma das mãos podem enriquecer ainda mais este artigo deixando uma sugestão nos comentários. Bon Voyage!

  1. Passagens Cobertas

Os urbanistas de Paris criaram um labirinto de passagens escondidas em toda cidade. Ao longo dos anos, muitas caíram em desuso e algumas foram demolidas. Entretanto, se souber onde procurar, você ainda pode entrar em uma arcada no estilo belle époque ou uma galeria totalmente art nouveau. Destaque para a Galerie Vivienne, uma das mais famosas, com a sua belíssima arquitetura, mosaicos delicados no chão e suas lojas originais.

Ainda na Galerie Vivienne você tem um restaurante com uma decoração toda moderna. Instalado no mesmo lugar da lendária boutique de Jean Paul Gaultier, o restaurante Daroco serve pizzas bem no estilo italiano. Em tempo, aproveite para caminhar nos arredores da passagem. Além dessa passagem coberta, existem várias outras espalhadas por Paris e que te levam para uma outra época.

 

Foto: Divulgação

  1. Ópera Garnier

Fundada em 1669 por Luís XIV, a Ópera Garnier foi primeira companhia de ópera de Paris. Com um interior luxuoso e rico em detalhes, até hoje recebe em seus palcos os principais espetáculos de dança, teatro e música do mundo. Pertinho das Galeries Lafayette, também mantém uma escola e uma companhia de dança.

Além dos espetáculos, o local que já foi citado na obra "O Fantasma da Ópera", de Gaston Leroux, está aberto para visitas, e vale muito a pena conhecer. Se escolher assistir à um espetáculo de balé ou um concerto, recomendo jantar no restaurante dentro das instalações da ópera.

Foto: Divulgação

  1. Jardim de Plantas e Museu de História Natural

Um lugar com muitas possibilidades é o Jardim de Plantas de Paris. Na mesma área, está o jardim botânico, com estufas que simulam diferentes climas, parque zoológico, rosário com rosas lindíssimas, a galeria sobre a evolução, museu do homem, galeria de mineralogia e geologia, galeria de paleontologia, entre outros. É um super programa para fazer em um meio dia.

Vale avisar que algumas partes são gratuitas, como o jardim, e outras são pagas. Para saber melhor, sugiro acessar o site oficial do Museu de História Natural e verificar o preço do ingresso das galerias que deseja visitar.

Foto: Divulgação

  1. Belleville

Para quem quer conhecer um outro lado de Paris, o bairro Belleville é perfeito. Antigamente a região era mal vista, por ter uma grande concentração de imigrantes e pessoas da classe operária. Entretanto, tudo mudou e hoje é uma parte multicultural, hype e cheia de vida. É o novo queridinho da galera descolada e hipster.

Se você é fã de street art, em Belleville você encontrará trabalhos belíssimos. Inclusive tem a pequena Rue Dénoyez, conhecida por ter as paredes dos dois lados toda grafitadas. No final dessa mesma rua, está o café Le Barbouquin, com muitos livros compondo a decoração e um cheesecake delicioso!

A região ainda guarda lembranças da época em que viveu a cantora francesa Édith Piaf. É possível ver a fachada onde ela morou quando criança e, não muito longe, visitar um pequeno museu particular com objetos pessoais da cantora.

Dois outros lugares que você pode explorar é o Parc de Belleville, com uma vista da cidade super legal, e Cemitério Père Lachaise, onde estão sepultados vários artistas famosos.

Foto: Divulgação

  1. Grande Mesquita de Paris

Colada com o Jardim de Plantas, a Grande Mesquita de Paris tem uma parte aberta aos não praticantes da religião muçulmana. O edifício, todo em estilo hispano-mouresco, possui um restaurante, salão de chá e hamman – nome dado os banhos turcos, com saunas a vapor, massagens e exfoliações.

Para mim, o grande destaque da mesquita é mesmo salão de chá que possui uma área aberta bem charmosinha para você tomar um chá de menta delicioso e provar vários quitutes.

Foto: Divulgação

E ai, gostou das dicas? Nos conte nos comentários!

Quer mais dicas de viagem? Assista ao Companhia de Viagem aos domingos, às 19h30, na Record News!

Sobre o blog

Para viajar sem sair de casa. O blog do Marcio Moraes apresenta lugares fascinantes para inspirar o imaginário do viajante. Por meio de dicas, o leitor viverá as melhores experiências dos destinos com restaurantes, hot spots e listas capazes de ampliar horizontes. Que tal entrar em contato com novas culturas e desbravar pelo mundo em um clique? Embarque nessa viagem!